sábado, 25 de junho de 2022

Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô começa hoje, em Vitória (ES)


A capital capixaba recebe, neste final de semana, 325 judocas de 26 estados brasileiros para a disputa do Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô. As lutas acontecem hoje (sábado) e domingo, a partir das 9h (Brasília), no ginásio do Tancredão, com entrada gratuita para o público.  

O Canal Brasil Judô, no Youtube, transmite todas as lutas ao vivo. ASSISTA AQUI 

As delegações começaram a chegar à Vitória na quinta-feira, 23, e, na sexta-feira, 24, as primeiras atividades de credenciamento e sorteio abriram oficialmente a agenda do Brasileiro.  

Essa edição marca o retorno do Brasileiro Sub-18 ao calendário da CBJ depois da paralisação de 2020 e 2021 em decorrência da pandemia de coronavírus.  

A competição é uma das etapas que contam pontos para o Ranking Nacional Sub-18 que ajudará a definir a seleção brasileira de judô para o Campeonato Mundial Sub-18, que acontecerá no período de 24 a 27 de agosto, em Sarajevo, Bósnia e Herzegovina.  

Programação  

SÁBADO, 25  

Categorias: 40kg, 44kg, 48kg, 52kg, 57kg, 50kg, 55kg, 60kg, 66kg e 73kg  

9h - Preliminares

16h - Disputas por Medalhas

 

DOMINGO, 26 

Categorias: 63kg, 70kg, +70kg, 81kg, 90kg e +90kg 

9h - Preliminares

13h - Disputas por medalhas 

Por: Assessoria de Imprensa da CBJ


sexta-feira, 24 de junho de 2022

Araras: Associação Mercadante realiza mais uma campanha do agasalho


Mais de 200 peças de roupas e itens de inverno foram arrecadadas na “Campanha do Agasalho 2022”, onde foram distribuídas dia 10/6, através do Programa de Ações Sociais dos projetos da Associação Mercadante.

A entrega foi feita no Conjunto Habitacional “Arnaldo Mazon” em Araras, onde moradores voluntários receberam as doações, como: roupas, cobertores, calçados e artigos de inverno. Esses moradores foram responsáveis pela distribuição para as famílias carentes que vivem no local. A entrega contou com a participação dos professores, Alexandre Santos, Kleybe Souza, Matheus Mercadante e Nathália Mercadante.


“Esse programa de Ações Sociais da Mercadante é uma ideia que cresce e é sucesso ano após ano, onde sempre buscamos ajudar aqueles que se encontra em momentos de dificuldades. Agradeço a todos que contribuíram para campanha” destaca o mestre kodansha e comendador Marcos Mercadante.


Por: Associação Mercadante de Araras

 

quarta-feira, 22 de junho de 2022

Judocas Atibaienses Conquistam Medalhas no Campeonato Paulista Escolar Fase I


Domingo, 19 de junho, a Secretaria de Esportes e Lazer do Governo do Estado de São Paulo 
realizou o Campeonato Paulista Escolar Fase I (primeira fase da seletiva estadual para os jogos escolares) nas dependências do Ginásio Municipal de Esportes Aristeu Favoretto em São Carlos/SP. Nesta fase, classificam-se os campeões, vice-campeões e dois terceiros colocados para a final estadual, onde os campeões de cada classe e categoria representarão o Estado de São Paulo nos Jogos Escolares Brasileiros, um dos eventos mais cobiçados entre os atletas de diversas modalidades.

Atibaia participou com dois Judocas da equipe do São João Tênis Clube/Associação Paulo Alvim de Judô Atibaia/Secretaria de Esportes e Lazer da PEA, acompanhados e instruídos pelo treinador Thiago Valladão. Representando suas instituições de ensino, na categoria -63kg Isabella Montaldi (Colégio Atibaia) conquistou a medalha de prata e na -66kg Octávio Weber (Colégio Dom Bosco) a medalha de bronze, com estes excelentes resultados, os atibaienses estão classificados para a fase final como grandes candidatos na conquista de uma vaga na seleção paulista.

Os judocas agradecem a CONCESSIONÁRIA ROTA DAS BANDEIRAS S.A., COLÉGIO ATIBAIA, HOTEL BOURBON ATIBAIA LTDA, ATIBAIA RESIDENCE HOTEL & RESORT, MTPLUS – consultoria em Segurança e Medicina do trabalho Ltda., CORA – Centro de Ortopedia e Reabilitação Atibaia Ltda., UNIMAGEM – Unidade de Diagnóstico por imagem São Francisco de Assis Ltda., UNIFAAT – Instituição Educacional Atibaiense Ltda., OFICIAL DE REGISTRO DE IMOVÉIS, PRIMEIRO TABELIÃO de Notas e de Protesto de Letras e Títulos da Comarca de Atibaia, SEGUNDO TABELIONATO de Notas e Protestos de Letras e Títulos, Estruturas Metálicas Ando, Centro Integrado Atibaia Odontologia, Fisioterapeuta Layla Nery, Viação Atibaia São Paulo, Academia R Sette, Preparador Físico Roger Fonseca, Psicóloga – Rubiana Shimoda, Centro Radiológico Atibaia – Alvinópolis, Escola de Inglês - iBox English – família Alaby, Imprensa de Atibaia e Boletim OSOTOGARI, que acreditam e apoiam o judô atibaiense.

Por: APAJA - Atibaia

terça-feira, 21 de junho de 2022

Teddy Riner prorroga contrato com Paris Saint-Germain


Cinco anos após o renascimento da seção de judô do Paris Saint-Germain (PSG) em sua esteira, o cinco vezes medalhista olímpico Teddy Riner acaba de estender seu contrato por mais duas temporadas até 31 de agosto de 2024.

Riner: "Quando você se sente bem em sua casa, por que mudar? Era óbvio continuar a aventura onde tudo começou para mim. Quero vivenciar os Jogos Olímpicos em casa, e ainda mais sob as cores do PSG. Eu não tenho palavras para dizer o quanto eu amo este clube, que sabe como colocar os pratos pequenos nos grandes para que eu seja bom no tatamis. Sou mimado, sei disso. Agora, estou orgulhoso, feliz e animado para ver o que vem a seguir, com o objetivo de ganhar novos títulos até 2024. Cabe a mim fazer tudo para conseguir a foto que vai bem ao pé da Torre Eiffel. , que aparece no logotipo do clube e onde os eventos de judô acontecerão em dois anos. Vai acontecer muito rápido.

Enquanto o período de qualificação olímpica começará neste fim de semana no Grand Slam em Ulaanbaatar (Mongólia), o dez vezes campeão mundial voltará à competição internacional no início de julho no Grand Slam de Budapeste (Hungria). ). Antes de voar para o Japão, acompanhado pelo presidente da seção de judô Djamel Bouras, para uma turnê conjunta com o primeiro time de futebol do PSG.

Por: JudoInside


segunda-feira, 20 de junho de 2022

Circuito ABC 2ª Etapa: Confira todos os resultados e a atualização do ranking


A organização do Torneio Instituto Hungaro / Colégio Eduardo Gomes, segunda etapa do Circuito ABC divulgou todos os resultados do evento que aconteceu em 11 de junho, no ginásio do Colégio Eduardo Gomes, em São Caetano do Sul. E após a realização da segunda etapa, o ranking do Circuito ABC também foi atualizado:



Confira também as fotos do evento clicando aqui.


Por: Boletim OSOTOGARI


domingo, 19 de junho de 2022

Saeid Mollaei é premiado pelo Comitê Internacional de Fairplay


Por ocasião de uma cerimônia colorida realizada em Budapeste, hungria, em 17 de junho de 2022, o Conselho do Comitê Internacional de Fair Play presenteou Saeid Mollaei com o Fair Play Diploma Award 2019, a apresentação foi adiada por dois anos por causa da pandemia global.

O Pierre de Coubertin Act of Fairplay é concedido a um atleta ou a uma equipe, por um ato de fair play que custou, ou poderia ter custado a vitória, ou poderia ter rebaixado seu desempenho esportivo. 

Saeid Mollaei mostrou coragem e integridade durante o Campeonato Mundial de Judô em Tóquio 2019, quando denunciou as ameaças e pressões a que foi submetido pelas autoridades iranianas para evitar qualquer confronto com um oponente israelense dentro ou fora do tatame. Esta confissão pode ter rebaixado seu desempenho esportivo, não sendo capaz de realizar sua carreira, perseguir seu sonho olímpico ou desfrutar da liberdade de escolha, em meio a ameaças contra sua família. A política não deve interferir no campo esportivo. Saeid é um defensor da liberdade, fairplay e igualdade entre os atletas.


Sunil Sabharwal e Saeid Mollaei

Seu gesto reflete o impacto do judô e dos valores esportivos para trazer paz e contribuir para a construção de um mundo melhor. Após seu gesto, outros atletas iranianos fugiram do país, denunciando o mesmo tratamento. O diploma foi apresentado pelo senhor deputado Sunil Sabharwal, Secretário-Geral do Comitê Internacional de Fair Play.

Denisa Stejeran (IJF), Saeid Mollaei e Igor Kun (IJF)

A melhor resposta que Mollaei poderia dar foi a medalha de prata que ganhou nos Jogos Olímpicos de Tóquio no verão passado. 



sábado, 18 de junho de 2022

CBJ divulga Outlines e programações de eventos. Save the date!


A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) divulgou outlines e programações dos eventos que serão realizados em agosto. Confira:

Seminário Nacional de Arbitragem - 05 de agosto

Exame Nacional de Arbitragem - 06 e 07 de agosto

Outline do Encontro Nacional e Pan-Americano de Kôdanshas - 05 e 06 de agosto

Outline do Brasileiro de Veteranos e de Kata 2022 - 06 e 07 de agosto

Regulamento do Brasileiro de Veteranos e de Kata 2022 - 06 e 07 de agosto

Por: CBJ


2º Seminário Internacional de Gestão do Conhecimento do Esporte. Assista!


Confira a apresentação do tema "Investigação e boas práticas para excelência na Gestão do Esporte", com a participação do Dr. Rodrigo Motta no 2° Seminário Internacional de Gestão do Conhecimento no Esporte no KM BRASIL EXPERIENCE - SBGC em 2022.

"Foi uma honra participar do evento organizado pela respeitada SBGC! Para quem tem interesse, deixo o vídeo da minha apresentação e espero que seja enriquecedor para todos, como foi pra mim participar desse evento", disse Motta.


Por: ASCOM ICI

sexta-feira, 17 de junho de 2022

CBJ divulga processo de adesão para três eventos internacionais


A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) publicou os processos de adesão para o Grand Slam de Budapeste, na Hungria, Grand Prix de Zagreb, na Croácia e Estágio Internacional Sub-21 de Paks, na Hungria.

A CBJ iniciou o processo de adesão para esses três eventos. Segundo a entidade, para participar o atleta deverá estar dentro dos critérios descritos em cada documento, sendo o número de vagas disponíveis limitado. E conforme o padrão dos eventos internacionais, os participantes deverão atender a todas as recomendações e protocolos estabelecidos pelos governos Húngaros e Croatas, organização do evento, Federação Internacional de Judô e Confederação Brasileira de Judô. 

Clique aqui e confira o processo de adesão para o Grand Slam de Budapeste.

Clique aqui e confira o processo de adesão para o Grand Prix de Zagreb.

Clique aqui e confira o processo de adesão do Treinamento de Campo de Paks.

Por: CBJ


Araras: Usina Santa Lúcia recebe visita do professor Marcos Mercadante


O coordenador do Projeto Kimono de Ouro, professor Marcos Mercadante, cumpriu uma importante agenda no dia 9 deste mês. Mercadante realizou uma visita a Usina Santa Lúcia, em Araras, onde foi recebido pelo contador da empresa Luiz Carlos da Silva. A visita serviu para estreitar ainda mais os laços de amizade e parceria entre o projeto ararense de judô e um de seus principais patrocinadores.


Na pauta da agenda, assuntos pertinentes ao Projeto Kimono de Ouro, do qual a Usina Santa Lúcia é patrocinadora desde 27/12/2013, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. O contador da USL elogiou o planejamento para a temporada e reafirmou a intenção de continuar apoiando o projeto social e esportivo da Associação Marcos Mercadante de Judô, que hoje atende mais de 740 crianças.

 

Durante o encontro, Marcos apresentou os novos uniformes que estampam as logomarcas dos patrocinadores, sendo muito elogiado pela qualidade e beleza do material.

 

A Usina Santa Lúcia, localizada em Araras, foi fundada em 29/05/1947, hoje com 75 anos de atividade, atua no seguimento de usina de açúcar, etanol e cogeração de energia elétrica, tem hoje 950 funcionários. Conta com 150 mil m² de área construída, sua capacidade de cana moída anual é de 1.600.000 de toneladas, com uma capacidade produtiva anual de 21.845.000 litros de etanol anidro, 27.200.000 litros de etanol hidratado, 101.750 toneladas de açúcar branco e 65.610 MWh de energia elétrica.

 

“É uma honra ser recebido pelo contador Luiz Carlos da Silva, que é sempre bastante receptivo com nosso projeto. Nossa conversa foi muito amigável e serviu de incentivo para mais uma temporada de sucesso. O Projeto Kimono de Ouro depende de empresas como a USL, que acredita que o esporte é o melhor caminho para a formação de valores e de futuros campeões. Só posso agradecer tudo que a USL proporciona aos nossos atletas, através da Lei de Incentivo ao Esporte”, destacou o comendador e professor kodansha Marcos Mercadante.


Por: Associação Mercadante de Araras


quinta-feira, 16 de junho de 2022

No esporte, a cartilha para a superação


“Não deixei que minhas limitações físicas me impedissem de fazer o que queria”, diz Rodrigo Motta, criador do Instituto Camaradas Incansáveis. Essa foi uma das frases ditas na entrevista para o G1, continue lendo!


Em 2018, Rodrigo Guimarães Motta tinha 49 anos e participava de um campeonato de judô para veteranos. Estar naquela competição já era uma proeza, porque uma lesão seriíssima o obrigara a se submeter a 12 cirurgias antes de voltar a treinar e lutar. No entanto, uma forte dor de cabeça, acompanhada de tontura, era um alerta: tratava-se de um AVC (acidente vascular cerebral), seguido dias depois por um outro derrame. Sem memória, equilíbrio e com o campo visual do lado esquerdo comprometido, parecia ter sido abandonado pelos deuses da sorte, mas decidiu desafiar os prognósticos sombrios.

Motta no tatame: esporte foi fundamental para superar reveses e limitações 
Foto: Acervo pessoal

Em junho, Motta, faixa vermelha e branca 6 DAN, vai completar 52 anos. Recuperou-se dos AVCs e, em2019, participou da Copa Paulo Leite, em São Luís. Em outubro de 2020, defendeu sua tese de doutorado e começa 2021 dando aulas no Instituto Germinare, escola cujo objetivo é formar líderes e gestores de negócios. Corre habitualmente dez quilômetros e, num treino no tatame, afirma que é capaz de dar muito trabalho a um oponente décadas mais jovem. “Tenho cicatrizes de guerra, mas não deixei que minhas limitações físicas me impedissem de fazer o que queria. Sei que posso ir mais longe”, enfatiza.


Ele foi executivo de vendas, empresário, consultor. Mas, acima de tudo, a disposição para a luta parece ter sido forjada na prática do esporte. Depois da natação e do polo aquático, foi no judô que se encontrou, tendo como mestre Chiaki Ishii, o primeiro judoca a ganhar uma medalha olímpica para o Brasil. Enquanto cursava administração na FGV-SP, foi um dos criadores da Economíadas, as olimpíadas das oito principais escolas de Economia e Administração de São Paulo.

Rodrigo Motta: criador do Instituto Camaradas Incansáveis — Foto: Divulgação

“Desde 2006, estou mergulhado na questão do papel do esporte para o desenvolvimento do indivíduo”, diz. A Teoria do Esportismo, que desenvolveu com o médico Wagner Castropil, defende que esta é uma ferramenta exemplar para dominar cinco competências: atitude, visão, estratégia, execução e trabalho em equipe. Juntos, escreveram “Esportismo: valores do esporte para o alto desempenho pessoal”, e Motta aplicou a metodologia para melhorar o desempenho de equipes de vendas, criando faixas (como no judô) e premiações. Mas é no Instituto Camaradas Incansáveis, ONG criada há cinco anos com os amigos Bahjet Hayek e Cristian Cezário – que conheceu no Mundial de veteranos em Miami, em 2012 – que o trio vê se materializar seus ideais.

Ali treinam 80 atletas e são atendidas 170 crianças carentes. Entre os pilares da entidade, foco na alimentação equilibrada e no sono de qualidade para, junto com o exercício, alcançar uma longevidade saudável. A receita tem outros ingredientes: estar sempre aberto para aprender coisas novas e ter o que Motta chama de “mente de campeão”: “todos nós vamos perder em algum momento da vida, mas não podemos nos abater”, ensina. A trajetória desses companheiros foi retratada no livro “Os incansáveis”, de Sérgio Xavier Filho (Editora Contexto). Para quem acha que não tem condições de começar a se mexer, ele aconselha: “faça uma avaliação médica, procure um nutricionista e um educador físico. Com um bom diagnóstico da situação, é possível criar um plano adequado para dar os primeiros passos sem ultrapassar limites. Na vida, muitas vezes é preciso ter calma para ir depressa”.


Grand Slam de Ulaanbaatar: Você tem planos?


Não temos amistosos, brigas. Na pior das hipóteses, você luta por uma medalha, no melhor que alcançar a glória planetária ou olímpica. Olha, que coincidência, no Grand Slam de Ulaanbaatar haverá um pouco de tudo: medalhas, prêmios e os primeiros passos para Paris 2024. Você já tem planos feitos para a próxima semana?

Estritamente falando, a Mongólia não é o fim do caminho, mas o início de uma longa e dura qualificação. Haverá muito mais torneios para os caídos levantarem a cabeça e tudo será decidido, como de costume, nos últimos três meses. No entanto, o tempo também não deve ser desperdiçado contemplando um calendário denso, pois a preparação implica etapas que se aconselha a respeitar, e como o destino tem seus caprichos, como uma pandemia global, é preferível estar entre os primeiros desde o início. 

É assim que muitos entenderam e é suficiente dar uma olhada na lista de atletas que participarão do torneio para perceber que os melhores já estão levando a sério. 

Jorge Fonseca, Denis Vieru e Anna-Maria Wagner optaram por fazer a viagem, para continuar uma dinâmica ascendente. O problema é que a grande maioria decidiu fazer o mesmo, o que faz deste Grand Slam uma versão reduzida de um campeonato mundial. 

Vamos voltar para a lista. Não há necessidade de colocar óculos para ver à primeira vista que todas as grandes nações e muitas de suas estrelas brilhantes lutarão na Mongólia. Com exceção do Brasil e da França, que viajarão com uma equipe de segunda categoria, haverá muito poder de fogo grau A. 


Desde o início, é claro, haverá o pedágio local, uma formidável equipe mongol em plena reconstrução, jovem, mas já atuando no mais alto nível. Coreia, Uzbequistão, Holanda e Israel também fizeram as malas e emitiram vistos para todos. O pôster parece bom, mas para torná-lo excepcional, falta um ingrediente, o açafrão do judô, com um nome que começa com J e termina com N. Tem certeza que tem planos feitos ou quer que continuemos? 

Então continuamos. Sim, é verdade, o Japão vai deixar sua ilha e eles vêm com quatro campeões olímpicos, um saco de títulos mundiais e Ono Shohei, o Mozart do judô. 

Ono é como a nota de 500 euros, todo mundo fala sobre isso, mas muito poucos sentiram isso. Ono compete pouco, muito pouco para os amantes do judô, mas isso lhe permite vencer e, de acordo com rumores de que ninguém foi capaz de verificar, ele quer ganhar mais dois títulos olímpicos para ter quatro. Veremos, mas você tem que começar em algum lugar e esse lugar é a Mongólia. 

Olhando para a lista de entrada, não seria surpreendente se os preços dos ingressos aumentassem. O que temos certeza é que a Associação Mongol de Judô está esfregando as mãos com satisfação, pois no retorno da Mongólia ao Circuito Mundial de Judô, conseguiu montar um espetacular time internacional. Cancelamos nossos compromissos, queremos ver o que vai acontecer em Ulaanbaatar. E quanto a você? 

Fotos: Gabriela Sabau e Emanuele Di Feliciantonio

Araras: Judocas do Projeto Kimono de Ouro conquista 30 medalhas em Mogi Guaçu


Os judocas do Projeto Kimono de Ouro e da Associação Mercadante conquistaram no domingo (12), um total de 30 medalhas no Torneio de Judô Mogi Guaçu.


Os atletas ararenses trouxeram 11 medalhas de ouro, 8 pratas e 11 bronzes. Com isso, a Mercadante sagrou-se vice-campeã geral do evento que reuniu mais de 800 judocas de 40 associações e clubes de todo o estado de São Paulo.

“Mais uma vez pudemos mostrar o quanto nosso trabalho vem dando certo e o quanto nossos judocas estão cada vez mais preparados, adquirindo novas experiências a cada competição e parabéns a todos os envolvidos”, comentou o comendador e professor kodansha Marcos Mercadante, que acompanhou a equipe.


Por: Associação Mercadante de Araras


 

quarta-feira, 15 de junho de 2022

Judocas Atibaienses Participaram do VI Torneio AJAS-Mogi Guaçu


Domingo, dia 12 junho, a equipe atibaiense de judô do São João Tênis Clube/Associação Paulo Alvim de Judô Atibaia/Secretaria de Esportes e Lazer da PEA, formada por 37 Judocas nas classes Sub09, Sub11, Sub13 e Sub15, sob orientação dos treinadores Thiago Valladão, Pi, Jair Gimenez e Angélica da Silva, disputou, nas dependências do Ginásio Municipal de Esportes Carlos Nelson Bueno “Furno”, o VI Torneio AJAS-Mogi Guaçu. Evento chancelado pela Federação Paulista de Judô, através da 15° Delegacia Regional Grande Campinas, que reuniu mais de 800 atletas representando 44 renomadas associações e clubes do Estado de São Paulo. 

Em especial, este torneio colocou muitos Judocas atibaienses da nova geração em sua primeira experiência esportiva, objetivando prepara-los para as competições oficiais que virão. Equipe jovem que mostrou, já no primeiro momento, estar bem preparada e motivada, sabendo da grande oportunidade de representar o judô atibaiense, que como todos sabem, tem em seu currículo grandes conquistas nos níveis, estaduais, nacionais e internacionais da modalidade. 

Os destaques vieram com a conquista de 19 medalhas, sendo 07 ouros, 05 pratas e 07 bronzes, os Judocas que subiram no pódio, são: CAMPEÕES – Sub 09 - Yasmin de Moraes, Sub 11 – Gabriel Gianduci, Sub 13 – Maria Eduarda Santos, Sub 15 – Camila Silva, Ana Carolina Santos, Cesar de Godoy e Nicola Montaldi (Colégio Atibaia). VICE-CAMPEÕES – Sub 15 – Raíssa Vieira, Júlia Vieira, Jeferson de Souza, Leandro Fonseca (Colégio Atibaia) e Ryan Robert. TERCEIROS COLOCADOS – Sub 09 - Murilo Romacho, Sub 11 – Jamile Moraes, Sub 13 - Letícia Marquês, Rodrigo Rodrigues e Rafael Martinez, Sub 15- Mirella Estarei, Arthur Hideki Ferreira. 

Os judocas agradecem a CONCESSIONÁRIA ROTA DAS BANDEIRAS S.A., COLÉGIO ATIBAIA, HOTEL BOURBON ATIBAIA LTDA, ATIBAIA RESIDENCE HOTEL & RESORT, MTPLUS – consultoria em Segurança e Medicina do trabalho Ltda., CORA – Centro de Ortopedia e Reabilitação Atibaia Ltda., UNIMAGEM – Unidade de Diagnóstico por imagem São Francisco de Assis Ltda., UNIFAAT – Instituição Educacional Atibaiense Ltda., OFICIAL DE REGISTRO DE IMOVÉIS, PRIMEIRO TABELIÃO de Notas e de Protesto de Letras e Títulos da Comarca de Atibaia, SEGUNDO TABELIONATO de Notas e Protestos de Letras e Títulos, Estruturas Metálicas Ando, Centro Integrado Atibaia Odontologia, Fisioterapeuta Layla Nery, Viação Atibaia São Paulo, Academia R Sette, Preparador Físico Roger Fonseca, Psicóloga – Rubiana Shimoda, Centro Radiológico Atibaia – Alvinópolis, Escola de Inglês - iBox English – família Alaby, Imprensa de Atibaia e Boletim OSOTOGARI, que acreditam e apoiam o judô atibaiense.

Por: APAJA - Atibaia

Araras: Cerâmica Carmelo Fior recebeu a visita do professor Marcos Mercadante do Projeto Kimono de Ouro


A Cerâmica Carmelo Fior de Cordeirópolis, primeiro patrocinador do Projeto “Kimono de Ouro” desde 31/08/2009, recebeu no dia 07/6 a visita do professor Marcos Mercadante, coordenador do projeto social e esportivo de judô que conta hoje com mais de 740 atletas.

O diretor financeiro, Paulo Oshiro, foi quem recebeu o professor Marcos, que aproveitou para elogiar as atividades desenvolvidas com as crianças do projeto. Durante o encontro Marcos apresentou os novos uniformes que estampam as logomarcas dos patrocinadores, sendo muito elogiado pela qualidade e beleza do material.

A Cerâmica Carmelo Fior fundada em 1989, hoje com 33 anos de atividade, atua no seguimento da construção civil, tem mais de 1.200 funcionários, com quatro unidades fabris, sendo duas em Cordeirópolis, uma Nossa Senhora do Socorro (SE) e outra no Criciúma (SC). Sua capacidade produtiva anual é de 104.400.000 m² de pisos e revestimentos, sendo a maior do Brasil e a quinta do mundo em revestimentos cerâmicos. Com mais de 9 mil clientes ativos é a maior exportador em m² do Brasil, onde exporta para mais de 50 países.

“Foi um grande privilégio me encontrar com Paulo Oshiro, pessoa tão importante para o nosso projeto. Além de estreitar ainda mais os laços com o patrocinador, pude mostrar a qualidade do material esportivo entregue aos judocas e, principalmente, agradecer o apoio que possibilita isso tudo”, destaca o comendador e professor kodansha Marcos Mercadante.


Por: Associação Mercadante de Araras


terça-feira, 14 de junho de 2022

Canal do Projeto Budô supera a marca de seis mil inscritos!


O Canal do Projeto Budô no Youtube superou a marca de seis mil inscritos nesta semana e se consolida como o melhor canal de judô do Brasil na modalidade.

O Projeto Budô é uma academia de Judô situada no bairro da Lapa em São Paulo. Com mais de 20 anos de história é reconhecida em todo o território nacional como uma das academias mais tradicionais no ensino do Judô. 

O sensei responsável pela academia, Vinicius Erchov, é faixa-preta 5º dan, reconhecido pela Federação Paulista de Judô (FPJ) e Confederação Brasileira de Judô (CBJ). É também o único atleta das Américas a possuir um Certificado de Excelência de Nage-no-kata, concedido pela Kodokan (órgão máximo do Judô).

Clique aqui e confira o canal do Projeto Budô.

Por: ASCOM Projeto Budô



.

Araras: Professor Marcos Mercadante visita patrocinador do projeto "Kimono de Ouro"


O coordenador do Projeto “Kimono de Ouro”, professor Marcos Mercadante, cumpriu agenda especial na última terça-feira (07). O sensei Mercadante visitou a Industrias ROMI, em Santa Bárbara D´Oeste, importante patrocinador desde 28/12/2017 do projeto social e esportivo de judô realizado hoje com mais de 740 atletas.

Marcos foi recebido pelo gerente de Relações Institucionais e Governamentais da empresa, Rogério Bosco, que elogiou as atividades desenvolvidas com as crianças do projeto. Durante o encontro Marcos apresentou os novos uniformes que estampam as logomarcas dos patrocinadores, o que rendeu muito elogiou pela qualidade e beleza do material.

A Industrias ROMI fundada em 1930 completa 92 anos em 29/06/2022, e atua no seguimento de máquinas e equipamentos, tem em média 2000 funcionários, com 13 unidades de fábricas, sendo onze no Brasil e duas na Alemanha com mais de 170.000 m² construídos. Tem uma capacidade produtiva de 2.900 máquinas e 50 mil toneladas de fundidos ao ano e com mais de 150 mil máquinas produzidas e entregues em 60 países em todo o mundo.

“Foi um grande privilégio me encontrar com Rogério, pessoa tão importante para o nosso projeto. Além de estreitar ainda mais os laços com o patrocinador, pude mostrar a qualidade do material esportivo entregue aos judocas e, principalmente, agradecer o apoio que possibilita isso tudo”, destaca o comendador e professor kodansha Marcos Mercadante.


Por: Associação Mercadante de Araras

2ª Etapa do Circuito Municipal de Judô de Ponta Grossa


Judocas da Associação Judô Carlos Silva – A.J.C.S (Ponta Grossa – PR), os “Leões do Tatame” conquistam a segunda colocação geral, na 2ª Etapa do Circuito Municipal de Judô, promovido pela Secretaria Municipal de Esportes de Ponta Grossa.

A competição que ocorreu no último domingo (12) no Ginásio de Esportes Oscar Pereira e que movimentou a modalidade com a participação das academias e associações do município consagrou os atletas do Leões do Tatame na 2ª Colocação Geral (entre academias), a equipe conquistou 22 primeiros lugares, 19 pratas e 10 terceiros colocados. 

O professor Bruno Brigolla comenta sobre a evolução dos alunos “esta foi a segunda competição dos nossos atletas pós pandemia, na primeira em que estivemos presentes, com 34 judocas conquistamos a 3ª colocação geral e nesta com 54 alunos inscritos, pudemos subir para a 2ª colocação geral. Estamos orgulhosos do resultado e principalmente da dedicação de alunos e apoio e confiança de pais e responsáveis em nosso trabalho” finaliza. 

Já o sensei Carlos Silva, diretor técnico e professor responsável da equipe, ressalta a importância desses eventos “nossos alunos ao saberem da competição se esforçaram ao máximo para poderem conquistar o tão almejado primeiro lugar, mesmo aqueles que não puderem figurar no lugar mais alto do pódio fizeram um excelente trabalho e demonstraram um excelente nível técnico e temos total confiança que irão se dedicar e focar ainda mais para conquistar cada vez resultados ainda melhores. Esses eventos auxiliam nós professores a ver como está cada aluno e o que precisamos corrigir nos treinos, mas principalmente, trazem motivação extra aos alunos que participam como para os demais que não puderam ou ainda não passaram a entrar em âmbito competitivo”.

Por: ASCOM Leões do Tatame

São Caetano do Sul: Saiu o vídeo clipe da 2ª Etapa do Circuito ABC de Judô. "ANIMAL!"


Quem participou da 2ª Etapa do Circuito ABC de Judô realizado no último sábado, 11 de junho, vai poder recordar deste grandioso e bem organizado evento. Quem não pode participar vai curtir um pouco do que foi esse sábado.

Uma realização do Instituto Hungaro e Colégio Eduardo Gomes de São Caetano do Sul, em parceira com a 9ª Delegacia Regional do Grande ABC.

Cobertura de mídia do boletim OSOTOGARI e Gabriel Monteiro Filmes.

Clique aqui e confira a documentação fotográfica do evento.

Por: Boletim OSOTOGARI.


segunda-feira, 13 de junho de 2022

Judoca é pentacampeã e MS fecha o Brasileiro Sênior de Judô em 4º lugar


A sul-mato-grossense Aléxia Vitória Nascimento sagrou-se pentacampeã brasileira de judô no último fim de semana (dias 11 e 12), em Porto Velho (RO). Na capital rondoniense, Mato Grosso do Sul fechou o Campeonato Brasileiro Sênior na quarta colocação geral, com três medalhas (um ouro, uma prata e um bronze).

Com apenas 19 anos, Aléxia derrotou na final Amanda Lima, do Minas Tênis Clube. A judoca de 23 anos é a atual líder do ranking nacional sênior na categoria ligeiro (até 48 quilogramas) e atleta da seleção brasileira principal.

“Esse título foi muito importante para a minha carreira, porque já me possibilita de estar na fase final da Seletiva Olímpica”, destaca Aléxia.

“Também estou bem feliz pelo meu desempenho na competição, que foi muito difícil, em que derrotei a número um do ranking. Agradeço a todos pela torcida. O ouro é nosso”, completa a judoca da Associação Atlética Judô Futuro, de Campo Grande.

Judocas medalhistas
A prata sul-mato-grossense foi conquistada por Camila Gebara, do Clube Sakurá de Judô (Dourados), na pesado (acima de 78 kg), mesma categoria em que Karla Oliveira, do Judô Clube Rocha/Rádio Clube (Campo Grande), foi bronze.

A seleção de Mato Grosso do Sul ainda terminou com três atletas na quinta posição, pontuando no ranking nacional: Milena Demarco (Judô Moura/Estoril, de Campo Grande), na categoria leve (até 57 kg); Maria Sabbo (Judô Rocha/Rádio Clube) na meio-médio (até 63 kg) e Nathália Arruda (Judô Futuro), na médio (até 70 kg).

Com as três medalhas faturadas, Mato Grosso do Sul terminou na quarta colocação geral. São Paulo foi o campeão, com 14 medalhas (quatro ouros, três pratas e sete bronzes).

Minas Gerais ficou em segundo, chegando a oito medalhas (três ouros, quatro pratas e um bronze) e Rio de Janeiro em terceiro, com nove (três ouros, duas pratas e quatro bronzes). Vale destacar que o sistema adotado na competição foi o olímpico, em que o peso/cor das medalhas determina a colocação e não a quantidade total.

Sob comando técnico de Alessandro Nascimento e Diogo Rocha, a delegação sul-mato-grossense foi a Porto Velho (RO) com 15 atletas no total. A competição, organizada pela CBJ (Confederação Brasileira de Judô), recebeu 275 judocas (153 homens e 122 mulheres).


AJAS de Mogi Guaçu realiza 6º Torneio de Judô


A AJAS de Mogi Guaçu realizou em 12 de junho, domingo, 0 6° Torneio AJAS Judô Mogi Guaçu, no Ginásio Municipal Prefeito Carlos Nelson Bueno (Furno).

Uma realização da 15ª Delegacia Regional Grande Campinas em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer de Mogi Guaçu e AJAS Judô Mogi Guaçu, tendo como anfitrião o professor Antônio Silva, responsável pelo projeto de Judô da Secretaria de Esporte e Lazer/AJAS Mogi Guaçu.

Com a participação de 800 judocas, a organização distribuiu medalhas alusivas ao evento para todos os inscritos das classes biribas e sub 09 e para os classificados das demais classes. E foram entregues troféus para as 10 Associações ou clubes melhores colocadas, descritas a seguir:

1. ASSOCIACAO KAMAKURA DE JUDO 2. ASS. MARCOS MERCADANTE DE JUDO 3. SEL ITAPIRA 4. FALCOES DO JUDO 5. OMEGA ACADEMIA 6. SOC ESPORTIVA PALMEIRAS 7. SAO JOAO TENIS CLUBE/APAJA 8. S. M. E. AMPARO 9. ASSOCIACAO DE JUDO CAMPINAS 10. ASSOC.CAMPINEIRA DE JUDO

Clique aqui e confira a documentação fotográfica do evento
Créditos: Mauro e Rosana Cazetto/Judokan Bosch

Por: Boletim OSOTOGARI


Judocas de Assis conquistam medalhas em Itapecerica da Serra


Sábado (11/06), os atletas da Secretaria Municipal de Esportes de Assis participaram do campeonato  paulista aberto por faixas, em Itapecerica da Serra. 

Os resultados alcançados pelos 27 atletas participantes foram, 4 medalhas de ouro, 2 de prata, 9 de bronze e 4 quintos colocados, garantindo a segunda colocação na classificação geral.

Sessenta e oito entidades participaram do evento. O Técnico Sensei Guilherme Giberti parabenizou os atletas pelo ótimo empenho e dedicação. A equipe agradeceu a parceria da Escola Judo Giberti.

Por: SEME Assis

domingo, 12 de junho de 2022

Brasileiro Sênior - São Paulo e Minas Gerais lideram quadros de medalhas


Após dois dias de competição no ginásio Cláudio Coutinho, em Porto Velho, Rondônia, chegou ao fim, neste domingo, 12, o Campeonato Brasileiro Sênior de Judô. A disputa foi realizada pela Confederação Brasileira de Judô, em parceria com a Federação de Judô de Rondônia.  

Atletas de 26 dos 27 estados brasileiros participaram da disputa representando as seleções das Federações Estaduais de Judô filiadas à CBJ.  

Nas chaves masculinas, a seleção de Minas Gerais foi quem conquistou o maior número de ouros e liderou o quadro geral com os dois ouros de Eduardo Bettoni (100kg) e Juscelino Nascimento (+100kg), além da prata de Tiago Palmini (+100kg) e o bronze de Guilherme Guimarães (81kg).  

Já nas categorias feminina, São Paulo dominou a disputa e ficou em primeiro. Ketelyn Nascimento (57kg), Pamella Palma (70kg) e Barbara Ribeiro (78kg) foram campeãs, Karol Gimenes (78kg) ficou com a prata e Layana Colman (57kg), Agatha Silva (+78kg) e Mariana Silva (63kg) ficaram com bronze. 

Confira a classificação completa aqui. 

Por: Assessoria de Imprensa da CBJ

Foto: Lara Monsores 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada