domingo, 14 de abril de 2024

Seletiva de judô classifica atletas que vão representar o Amazonas nos JEB’s Sub-18


Realizada pela Federação Amazonense de Desporto Escolar (FADE), em parceria com a Federação de Judô do Amazonas (Fejama), a seletiva estadual da modalidade apontou os 16 atletas (oito do masculino e oito do feminino) que vão representar o Amazonas nos Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s 2024) na classe Sub-18. As disputas aconteceram neste sábado (13/04), no dojô da Vila Olímpica de Manaus.

Os melhores judocas da classe Sub-18 entraram no tatame. E uma delas foi a faixa marrom Letícia Guedes, que representa a Escola Sesc do Campos Elíseos e a equipe de judô AEC. Letícia competiu na categoria – 63kg e foi campeã com duas vitórias, garantindo a vaga nos JEB’s. Ela e os outros 15 classificados vão à etapa nacional com passagem, hospedagem e alimentação custeados pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE).


“Estou muito feliz com essa conquista. Fiz duas lutas e as duas eu ganhei por ippon. Agora é treinar bastante para ganhar na seletiva nacional”, disse a judoca, destacando que os JEB’s servirão como passaporte para a Gymnasíade (Mundial Escolar Sub-18), em outubro, no Bahrein.

São Gabriel da Cachoeira

O interior também deu show no evento. Foi o caso de São Gabriel da Cachoeira, que mandou atletas dos projetos Judô para Todos (sensei Margareth Lima) e Amigos do Judô (sensei Jéssica Miller). Quatro judocas do município garantiram vaga na competição nacional.

Após receber as medalhas, a coordenadora do projeto Amigos do Judô equipe de São Gabriel da Cachoeira destacou empenho da prefeitura local no apoio à delegação que veio a Manaus. Todos os judocas são bolsistas dos dois projetos sociais.

“O projeto veio a Manaus graças à ajuda do prefeito e da primeira-dama que deram uma força para a galera participar e somos muito gratos a eles. A expectativa para os JEB’s é muito grande e a partir de agora o treino vai ser dobrado”, disse Jéssica Miller.

A lista com os 16 nomes classificados para formar a seleção do Amazonas ainda será divulgada oficialmente pela parceria FADE-Fejama, que juntas deram início ao fomento do judô no âmbito escolar no estado.

sábado, 13 de abril de 2024

Judô ICI - Aulas do Judô Infantil


O sonho de três "camaradas incansáveis", somado a mais um grupo de pessoas que abraçaram o projeto, uma ONG com o nome de "Instituto Camaradas Incansáveis", foi inaugurado na Vila Pompéia, na capital paulista em 28 de maio de 2018.

Rodrigo Motta, Cristian Cezário e Bahjet Hayek realizaram o que podemos chamar de um treino de gala que reuniu judocas de várias escolas do judô de São Paulo e de cidades da região para marcar oficialmente o início das atividades do ICI. O dojô ficou lotado em sua noite de estreia, que teve as devidas homenagens realizadas e culminou em um super treino, afinal o traje para a cerimônia de inauguração foi o judogui. E desde então, todas as comemorações e homenagens que o ICI realiza, são realizados com um super treino.


O espaço foi meticulosamente projetado, na medida, totalmente pronto para receber judocas iniciantes e veteranos. Há espaço para todos. O dojô conta com 150 metros, além de um espaço especialmente desenvolvido e instalado para treinamento funcional, recuperação e fisioterapia, que é um dos serviços que o ICI também oferece.


Na ocasião, Sérgio Caldas (à esquerda) e Vinicius Erchov (à direita) foram homenageados com o batismo do "Centro de Treinamento Sergio Roberto Caldas Junior - Dojô Vinícius Erchov", mas o espaço tem também o nome de "Coliseu", a sede do ICI.

O Instituto Camaradas Incansáveis funciona em todos os períodos, atendendo todas as faixas etárias, de kids à juvenil, júnior, sênior e veteranos.

Com uma equipe de veteranos consagrada em sete anos de existência, com títulos estaduais nacionais e internacionais, o ICI também adota uma postura bastante profissional quando se trata da base do judô. As aulas dos alunos do infantil também tem uma atenção toda especial.

Judô infantil, toda atenção dispensada

Os treinos são ministrados e supervisionados por uma comissão técnica de judocas com vastas conquistas em campeonatos mundiais, pan-americanos, sul-americanos, brasileiros e estaduais. As aulas de Judô são oferecidas pelo Instituto Camaradas Incansáveis, sob a direção do Sensei Felipe Moyano (3º DAN), com a orientação dos renomados Senseis Rodrigo Motta (Kodansha 7º DAN), Bahjet Hayek (Kodansha 6º DAN) e Cristian Cezário (faixa preta 3º DAN).


Serviço:
Instituto Camaradas Incansáveis
Local: Rua Barão do Bananal, 475, Vila Pompéia - São Paulo.
+55 (11) 94569-1613
contato@icijudo.com.br
www.icijudo.com.br

Por: Boletim OSOTOGARI


Mestres Osasquenses de Judô recebem promoção de grau do Instituto Kodokan


Nesta última quinta-feira (11/04), a comissão japonesa enviou o relatório da avaliação com boas notícias para o esporte osasquense, após uma criteriosa análise junto a comissão de Graus da Kodokan o professor Ricardo Ozaki foi promovido ao 5º Dan e o professor Nelson Shigueki Koh promovido para 6º Dan, mostrando a força do Judô osasquense no cenário nacional.

Nos dias 1 e 2 de março,  uma comissão do prestigiado Instituto Kodokan do Japão (berço do Judô) desembarcou no Brasil com a presença dos Senseis Isao Matsui e Kenishi Shoshida para uma avaliação inédita de 21 professores convidados do país. A avaliação aconteceu no Clube Paineiras do Morumbi, em São Paulo, e entre os professores avaliados estavam o Sensei Ricardo Ozaki, técnico da Cidade de Osasco e o Sensei Nelson Koh, professor Kodansha e praticante de Judô a 55 anos na cidade.

As avaliações da comissão de Kodokan normalmente acontecem apenas no Japão, portanto foi uma oportunidade única para os brasileiros que receberam esses mestres aqui. Os mestres japoneses conduziram cursos e palestras esclarecedoras sobre a história do judô e seus critérios de avaliação, visando padronizar técnicas e métodos. O evento contou com a presença e validação de autoridades como o presidente da Confederação Brasileira de Judô, professor Silvio Acácio, e o presidente da comissão do Kodokan Brasil, Daniel Dell´Aquila. 

“Esta oportunidade única, tradicionalmente reservada ao Kodokan no Japão, representou um marco para a modalidade no país”, comentou Ricardo Ozaki, a respeito da visita dos mestres japoneses e sua promoção para o 5º Dan.


Atletas do Projeto Judô Ação são destaques no Campeonato Brasileiro Região III de Judô


Foi realizado neste último final de semana (05 a 07/04/24) na Arena Carioca 1 - Parque Olímpico, na cidade do Rio de Janeiro/RJ o Campeonato Brasileiro Região III, com a participação dos atletas dos estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

19 atletas do Projeto Judô Ação representaram muito bem a cidade de Jequié e o estado da Bahia, e conquistaram 09 (nove) medalhas, sendo 02 de Ouro, 02 de Prata e 05 de Bronze, os medalhistas foram:

CAMPEÃO

Kauê Oliveira - Sub 13
Rhavi Santiago - Sub 15

VICE CAMPEÃO

Marcos Gabriel - Sub 18 e Sub 21

3° LUGAR

Ana Hull - Sub 13
Joadson Veloso - Sub 13
Thayla Gomes - Sub 15
Maria Luiza Queiroz - Sub 18
Sabrina Souza - Sênior

Os demais atletas tiveram as classificações abaixo:

4° Lugar - Andre Santiago - Sênior
5° Lugar - Pedro Santana - Sub 18
5° Lugar - Maria Luiza - Sub 15
7° Lugar - Davi Lopes- Sub 13
7° Lugar - Ana Beatriz - Sub 15
7° Lugar - Gabriel Sales - Sub 21
Ana Carolina - Participação
Maria Laura - Participação
Alexandre Oliveira - Participação
Davi Aldo Silva – Participação


Estou muito feliz com os resultados obtidos pelos atletas do Projeto Judô Ação, quero parabenizar a todos os Atletas, Familiares, Professores, Patrocinadores e Parceiros, em especial a Prefeitura Municipal de Jequié, por ter disponibilizado o transporte para que os atletas, pudessem representar muito bem a nossa querida Jequié, comentou Arlon Ferreira que é o Presidente da Associação Judô Ação.


sexta-feira, 12 de abril de 2024

Bolsa Atleta tem número recorde de solicitações em 2024


O Ministério do Esporte informou na tarde desta quinta-feira (11) que as inscrições para o Bolsa Atleta bateu um número de candidaturas no ano de 2024, com 9.076 solicitações. O programa brasileiro de patrocínio de esporte individual, o maior do mundo, tem como novidade a inclusão de gestantes, puérperas, atletas surdos e auxiliares do esporte paralímpico.

“A categoria que mais obteve inscritos foi a Atleta Nacional, com 5.990 esportistas. Em segundo lugar ficou a categoria Internacional, com 1.448. Em seguida, a Estudantil (699), atletas Olímpicos/Paralímpicos e Surdolímpicos (534) e Atletas de Base (405). Na lista, 44,25% são do gênero feminino; 55,75%, do masculino; e 24% são pessoas com deficiência”, informou o Mnistério do Esporte por meio de sua assessoria de imprensa.

As inscrições para a edição 2024 do Bolsa Atleta puderam ser feitas até a última segunda-feira (8). Agora a expectativa é de que a lista de atletas contemplados com o patrocínio seja divulgada entre os dias 10 e 17 de junho.

Em 2023, o programa, que é mantido pelo Governo brasileiro, distribuiu R$ 120,5 milhões para 8.057 atletas. Neste ano a expectativa é de um investimento recorde de R$ 162 milhões.

Por: Fábio Lisboa - agenciabrasil.ebc
Foto: Rafel Bello - COB

























Atleta londrinense de 11 anos conquista o bronze no Brasileiro de Judô


A atleta mirim londrinense Isabella de Souza, de apenas 11 anos, conquistou a medalha de bronze na etapa regional do Campeonato Brasileiro de Judô, disputada no último final de semana, em Curitiba.

Campeã paranaense, Isabella conquistou medalha na categoria sub-13, superligeira, para atletas de até 28kg.

“Ela é um orgulho e exemplo de determinação e dedicação. Exemplo para as demais meninas, pois judô também serve para mulheres. Além de exercícios físicos, o judô desenvolve habilidades para mulheres se defenderem”, disse a sensei Daniele Cazella, da escola Judô Ruiz.

Com o resultado, a londrinense vai disputar a etapa nacional da modalidade.


Com 70 medalhas, Piauí é primeiro lugar no Campeonato Brasileiro de Judô Região I


O Piauí conquistou 70 medalhas e foi o grande campeão na etapa regional I do Campeonato Brasileiro de Judô realizado, nesse fim de semana, nos dias 6 e 7 de abril, na Arena Verdão, em Teresina. O evento reuniu 549 judocas, sendo 129 do Piauí e 420 atletas dos estados do Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará e Roraima. 

Além do primeiro lugar geral, com 23 medalhas de ouro, 20 de prata e 27 de bronze, o Piauí também venceu no masculino, com 12 ouro, 7 prata e 15 bronze. No feminino, o estado ficou em segundo lugar com 11 ouro, 13 prata e 12 bronze, ficando atrás somente do Pará. 

A secretária dos Esportes, Josiene Campelo, participou da abertura do evento e deu as boas-vindas aos atletas, técnicos e dirigentes das  seis delegações competidoras, além de desejar boa sorte aos participantes. Mais tarde, comemorou o resultado das disputas. “É sempre muito bom ver o Piauí no pódio e, desta vez, não foi diferente para os nossos vitoriosos judocas, estão todos de parabéns. E continuaremos dando apoio e torcendo para um ótimo desempenho, também, nas etapas finais do Campeonato Brasileiro de Judô.   


O presidente da Federação de Judô do Piauí, Reginaldo Fonseca, disse estar feliz pelo sucesso do campeonato e pelo trabalho realizado pela equipe. “O evento foi bastante elogiado pelas delegações visitantes, estamos com a sensação de dever cumprido. Agradeço a todos que fizeram a sua parte nesse evento e o apoio da Secretaria dos Esportes e do Governo do Estado. Daqui para frente é focar nos treinamentos e buscar as competições do calendário nacional, bem como os jogos escolares, os jogos da juventude e outros eventos”, disse Fonseca.

Para o presidente da Federação de Judô do Pará, Alcindo Campos, o treinamento integrado com todos os clubes do seu estado foi fundamental para desenvolver um trabalho forte com os atletas para chegarem às disputas no Piauí.

A piauiense Sarah Menezes, atleta campeã olímpica da categoria e técnica da Seleção Brasileira Feminina de Judô, falou da honra de estar presente em um momento especial para o judô piauiense, desejou a todos uma boa competição e mandou um recado aos atletas. “Que vença o melhor e se divirtam”, disse a judoca. 


O campeonato é uma realização da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), em parceria com a Federação Piauiense de Judô (FPIJ), com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria dos Esportes (Secepi). A competição ajuda a definir os selecionados para as fases finais do campeonato brasileiro da modalidade. 

Estiveram presentes ao evento, a judoca Larissa Pimenta, convocada para a seleção brasileira que competirá em Paris; o vice-presidente da Confederação Brasileira de Judô e presidente do Conselho Regional de Educação Física, Danys Queiroz; e o vice-presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) Francisco Braz Filho. 


Santa Catarina: Judô de Concórdia conquista seis medalhas no Brasileiro


Santa Catarina ficou na 3ª colocação com 156 pontos enquanto que São Paulo levou o troféu de campeão com 162 pontos. No quadro de medalhas Santa Catarina ficou em 4º lugar com 38 no total. O evento contou com a participação de atletas dos quatro estados do Sul, RS, SC, PR e SP.

A equipe  SEDEC/ACEJC de Concórdia participou com 9 judocas nas categorias Sub 13, sub 15, Sub 21 e Sênior, conquistando seis medalhas, sendo cinco de bronze e uma de prata. Ana Pradella conquistou dois Bronzes,  um na classe sub-21 e outro na classe Sênior. Duas medalhas de bronze  na classe Sub 13 com judocas Pedro Araújo e Evelin Pilger, e uma de prata e uma de bronze no Sub 15 com Luana Lara de Lorenzi e  Rafael Bernardi respectivamente.

O Judoca Maurício Zilio ficou na 5ª colocação enquanto que Otto De Rossi, Amanda Lopes e Milena Santiago não obteriam classificação.


quinta-feira, 11 de abril de 2024

Judocas rondonopolitanos conquistam 9 medalhas no Campeonato Brasileiro


Judocas de Rondonópolis alcançaram bons resultados no Campeonato Brasileiro de Judô – Região IV, organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), no último final de semana.

Disputada em Anápolis (GO), entre os dias 5 e 7, a competição reuniu mais de 800 atletas representando os Estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Acre e o Distrito Federal.

O município foi representado na competição por 18 judocas que fazem parte da Fábrica de Campeões, projeto de judô de alto rendimento, que é desenvolvido no Parque São Jorge há cerca de três anos.

Ao todo, foram conquistadas pelos judocas rondonopolitanos nove medalhas, sendo uma de ouro, quatro de prata e quatro de bronze.

A medalha de ouro foi conquistada no sub-13, com Marco Antônio, que garantiu vaga no Campeonato Brasileiro Final. Nesta categoria, Milena Silva trouxe para casa a prata. Já Luis Antônio, Lucas Maia e Arthur Weirgert faturaram o bronze.

As outras medalhas dos judocas rondonopolitanos vieram nas categorias sub-15 e sub-21. Kauã Reis e Emanuelle ficaram com a prata e bronze, respectivamente. Mais uma medalha de prata para Rondonópolis na competição veio com Marcos, na categoria sênior.

Sem apoio
O “Fábrica de Campeões” conta com três “senseis”, que significa professor: Giovana Oliveira, Anderson Souza e Marcos Reis.“Temos alcançado com os nossos judocas do projeto Fábrica de Campeões ótimos resultados nas competições fora de Rondonópolis”, disse Giovana, acrescentando que a participação na competição em Anápolis só foi possível pelo apoio recebido da iniciativa privada.

“Não recebemos apoio algum da prefeitura, do poder público. Aliás, se tivéssemos mais apoio poderíamos fazer muito mais que já temos feito”, observou a “sensei” Giovana.

Ela conta que o município até chegou a apoiar o projeto em 2022, onde as crianças da rede municipal faziam aulas na academia Fábrica de Campeões. “Pagou por sete meses os ‘senseis’, mas depois parou”, lamentou.

Segundo ela, o projeto Fábrica de Campeões conta com uma associação sem fins lucrativos e atualmente atende mais de 200 crianças e adolescentes da rede pública, principalmente moradoras da região do Parque São Jorge, onde fica localizada a academia de judô.


quarta-feira, 10 de abril de 2024

Rio Grande do Sul: Derly, agora como técnico, comemora o contato com as crianças e os jovens


Aos poucos, João Derly se adapta a sua nova rotina na Sogipa. Afinal, há um mês, ele voltou aos tatames do clube, mas agora como treinador. O bicampeão mundial e um dos mais importantes judocas do Brasil em todos os tempos, reforça a equipe técnica da Sogia e treina crianças e jovens todos os dias no dojo sogipano. "É muito bom ter esse contato com a criançada", afirma.

Como atleta, João Derly possui uma das trajetórias mais vitoriosas da modalidade no país. Em 2005, tornou-se o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha de ouro em Campeonatos Mundiais. A façanha, repetida dois anos mais tarde, ocorreu no Cairo, capital do Egito. Também esteve nos Jogos Olímpicos de Pequim. Agora, o desafio é transformar essa história vencedora em atrativo para os jovens judocas.

‘Eu nunca estive realmente fora da Sogipa. Mas tinha outras atividades. Agora, estou de volta e estou adorando. O tatame sempre foi o meu lugar’, afirmou o judoca, após mais um treino com meninos e meninas de 7 ou 8 anos. ‘O grande desafio é passar tudo o que sei sobre o judô para uma nova geração, que está acostumada às novas tecnologias. Ou seja, mostrar que o esporte e, mais especificamente, o judô, como esporte e filosofia de vida, ainda são uma parte importante na vida das pessoas, principalmente das crianças. O objetivo é formar atletas, claro, mas também pessoas melhores’, segue.

Por: Sogipa

Aos 12 anos, aquidauanense é verdadeiro fenômeno no judô


Com apenas 12 anos, a judoca aquidauanense Anna Clara Alegre Mendes se tornou um verdadeiro fenômeno no esporte. Foco, treinamento duro e claro, uma boa dose de amor e apoio dos papais corujas renderam a atleta uma medalha de ouro no último final de semana em uma competição nacional.

Filha de Fátima e Cleverson, a pequena judoca passa metade do seu tempo se dedicando aos estudos, na 8ºB, da escola Cejar. E após as aulas na escola é hora de vestir o quimono para se dedicar a uma verdadeira paixão: o judô.

Ao jornal O Pantaneiro, a mãe dessa verdadeira estrela no judô, conta que a menina treina cinco vezes por semana na Academia Topfight, com o sensei Osvaldo Benevides Junior e Robson Gatto.


“Anna Clara começou no esporte bem cedo, aos 6 anos, junto com a irmã Anna Beatriz Alegre Mendes, que na época tinha apenas 11 anos. Hoje, as duas continuam no esporte e já trouxeram várias conquistas importantes para nossa Aquidauana”, diz.

E a mamãe coruja está realmente certa. No último final de semana, Anna clara subiu no lugar mais alto do pódio do Campeonato Brasileiro Região IV em Anápolis (GO). Na competição, a garota conquistou o ouro na categoria sub 15 com peso de até 36 kg.

Além disso, Anna Clara possui várias conquistas importantes. Em 2022, foi medalha de bronze no Campeonato Brasileiro Final de Judô em Curitiba (PR). Ano passado a judoca foi vice-campeã do Campeonato Brasileiro Região IV em Brasília (DF).

Também em 2023, Anna Clara foi campeã dos Jogos Escolares da Juventude do MS (JEMS) e campeã da série prata dos Jogos Escolares Brasileiros (JEBS) em Brasília DF. E vale lembrar que, esses foram apenas resultados de à nível nacional, pois a pequena estrela ainda coleciona uma série de títulos nas competições do Estado.

“A Anna Clara é muito dedicada e determinada, um dos seus objetivos no judô é sempre evoluir e poder participar de competições de nível internacional”, revela a mamãe orgulhosa.


Paraenses conquistam 60 medalhas no Brasileiro de Judô e ficam com vice-campeonato

Judocas paraenses conquistam vice em Campeonato Brasileiro de Judô Regional I — Foto: Jessé Lima / ASCOM FPAJU

A seleção paraense de judô realizou um grande feito no último final de semana. Os judocas que representaram o Pará conquistaram o vice no Campeonato Brasileiro de Judô Regional I, disputado nos dias 6 e 7 de abril, em Teresina, no Piauí.

A competição contou com atletas da Região Norte e Nordeste do país, com seis estados envolvidos na disputa: Pará, Amazonas, Amapá, Roraíma, Maranhão e o anfitrião, Piauí, reunindo 550 atletas, 116 deles paraenses, divididos nas categorias sub-13, 15 e 18, 21 e sênior.

O Pará se sagrou vice-campeão com um total de 60 medalhas, sendo 19 de ouro, 11 pratas e 30 de bronze, ficando atrás somente dos donos da casa. Na categoria feminino, as paraenses foram campeões com 33 medalhas, sendo 14 douradas, 4 prateadas, e 15 de bronze. O feito foi comemorado pelo Presidente da Federação Paraense de Judô, Alcindo Campos.

– É fruto do trabalho em conjunto. O resultado do trabalho é fruto de interação entre clubes, professores e atletas que realizamos após definição da seletiva realizada em Belém. Procuramos realizar treinamentos centralizados toda semana, até o dia do Campeonato Brasileiro Regional, destacando as atletas do feminino com maior número de medalhas de ouro da competição e a todos que participaram.

Presidente da Federação Paraense de Judô recebe troféu de campeão na categoria feminino — Foto: Jessé Lima / ASCOM FPAJU

Um dos destaques da delegação paraense foi Júnior Gabriel. O atleta conquistou duas medalhas na competição, sendo o medalhista de ouro na categoria sub-21, e ficou com o bronze na sênior, ele falou dos desafios para chegar aos resultados.

- Essa medalha foi muito difícil de ser conquistada por conta de todo um processo que teve antes, treino duas vezes por dia e, conseguir essas medalhas, é consequência dos treinos fortes que tive no meu clube e, claro, trazer medalhas para o Pará é o melhor.

Júnior Gabriel (à esquerda) conquistou medalhas de ouro e bronze no campeonato — Foto: Jessé Lima / ASCOM FPAJU

A delegação paraense de judocas desembarcou na última segunda-feira, dia 8, em Belém e após a série de medalhas conquistadas, mira nas próximas competições do ano.

 

Judoca de Ladário conquista prata no Brasileiro Regional disputado em Goiás


Judocas de Mato Grosso do Sul conquistaram o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro Regional de Judô, realizado no último fim de semana em Anápolis, Goiás. A delegação sul-mato-grossense, composta por atletas de todas as idades e categorias, conquistou 102 medalhas.

Destaque para a judoca da Associação Pantanal Esporte, de Ladário, Samirah Hillary de Andrade, que foi vice-campeã Brasileira, na categoria sub-15 até 57 kg.

Judoca de Ladário, treina na Associação Pantanal Esporte

Ao longo das competições, os judocas do Estado demonstraram técnica apurada, determinação e espírito esportivo. Foram 39 medalhas de ouro, 25 de prata e 38 de bronze.

A vitória no Campeonato Brasileiro Regional de Judô em Anápolis consolida Mato Grosso do Sul como uma potência no cenário do judô nacional.


terça-feira, 9 de abril de 2024

A CBJ divulga o hotsite do Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô 2024

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) lançou o hotsite oficial do aguardado Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô 2024, marcado para ocorrer entre os dias 22 e 28 de abril na renomada Arena Carioca, localizada no Rio de Janeiro.

Este evento reveste-se de grande importância, pois representa a última oportunidade continental de classificação para os Jogos Olímpicos de Paris. Reunindo atletas das categorias Sub-18, Sub-21 e Sênior, o torneio promete uma competição acirrada e emocionante.

Clique no link abaixo e confira o hotsite do evento.

Campeonato Pan-Americano e Oceania de Judô Rio 2024 (cbj.com.br)

Por: CBJ

Araras: Alunos do Projeto Judô Educação realizam Avaliação Física


Os 240 alunos que compõem o “Projeto Judô Educação - Fase 4” da Associação Mercadante realizaram a avaliação física de “Índice de Massa Corporal” (IMC), que é um método de avaliação onde é possível classificar o nível de obesidade de um indivíduo de acordo com dados como altura, peso e idade.

O IMC é uma forma de monitorar as condições do nível de colesterol na composição corporal de cada indivíduo, podendo assim ajudar na diminuição das doenças cardiovasculares futuras.


“Ainda que seja um índice rudimentar de avaliação, o IMC serve como uma excelente ferramenta de conscientização para essas crianças em ambiente escolar. A cima de tudo, também trabalhamos para promover a saúde e bons hábitos para essas crianças”, comenta o coordenador do projeto, professor Marcos Mercadante.

Por: Associação Mercadante de Araras


Judocas Atibaienses brilharam no Campeonato Brasileiro Região V.


Entre os dias 04 e 07 de abril a equipe Atibaiense de Judô do São João Tênis Clube/APAJA/Secretaria de Esportes e Lazer da PEA, formada por 04 judocas e dirigida pelos treinadores Thiago Valladão e Jair Gimenez, embarcou para Curitiba-PR, para participar do Campeonato Brasileiro Região V, nas classes Sub 13, Sub 15, Sub 18, Sub 21 e Sênior. Chancelado pela Confederação Brasileira de Judô, realizado nas dependências do Ginásio de Esportes do Tarumã, reuniu 614 dos melhores atletas dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul em busca deste importante título nacional.


Novamente os atibaienses representaram o nosso estado muito bem, auxiliando a equipe paulista a chegar à primeira colocação no masculino e no feminino, consequentemente campeã na classificação geral. Os atletas atibaienses que conquistaram 03 medalhas de prata e uma sétima colocação, são: 

Matheus Tsukamoto Sub 18 – 55 kg – Medalha de Prata 
Renan Breitenbach Sub 18 – 73 kg – Medalha de Prata 
Erick Matsumoto Kaneda Sub 21 – 60 kg – Medalha de Prata 
Murilo Nunes Sub 15 - 73 kg – 7° Colocado 


Resultados que relevam o trabalho desenvolvido no município de Atibaia, dentro da modalidade, em nível Nacional. Assim que retornaram de Curitiba, os atletas Erick Matsumoto, Matheus Tsukamoto, Renan Breitenbach e o treinador da Seleção Brasileira Sub18 Thiago Valladão, seguiram direto para a cidade de Pindamonhangaba para o Treinamento de Campo das Equipes de Transição e Olímpica da Confederação Brasileira de Judô, complementando este seleto grupo, também estão neste treinamento os atibaienses Gabriel Cavasin e Cesar Godoy. 

Os judocas agradecem a CONCESSIONÁRIA ROTA DAS BANDEIRAS S.A., COLÉGIO ATIBAIA, ATIBAIA RESIDENCE HOTEL & RESORT, MTPLUS – consultoria em Segurança e Medicina do trabalho Ltda., CORA – Centro de Ortopedia e Reabilitação Atibaia Ltda., ITURRI COIMPAR INDÚSTRIA E COMERCIO DE EPIS LTDA, FARO SAO TOME HOTEL LTDA, ELDORADO – ATIBAIA ECO RESORT, HOTEL BOURBON DE FOZ DO IGUAÇU LTDA, ORTOCIA CLINICAS MEDICAS E ODONTOLOGICAS LTDA, MULTI ENERGIA - INSTALAÇÕES ELÉTRICAS LTDA - ME, UNIMAGEM – Unidade de Diagnóstico por imagem São Francisco de Assis Ltda., UNIFAAT – Instituição Educacional Atibaiense Ltda., OFICIAL DE REGISTRO DE IMOVÉIS, PRIMEIRO TABELIÃO de Notas e de Protesto de Letras e Títulos da Comarca de Atibaia, SEGUNDO TABELIONATO de Notas e Protestos de Letras e Títulos, Estruturas Metálicas Ando, Centro Integrado Atibaia Odontologia, Academia R Sette, Preparador Físico Roger Fonseca, Centro Radiológico Atibaia – Alvinópolis, CTA Integrado, Clinica ERIMUS Psicologia LTDA, Imprensa de Atibaia e Boletim OSOTOGARI, que acreditam e apoiam o judô atibaiense.

Por: APAJA - Atibaia

segunda-feira, 8 de abril de 2024

Lançamento da Edição 47 da Revista "Simplesmente JUDÔ" - Abril de 2024


Para os entusiastas do judô informamos a chegada da edição de abril da revista "Simplesmente JUDÔ", uma publicação 100% digital do boletim OSOTOGARI. A edição número 47,  promete ser uma fonte imperdível de informações para quem curte a modalidade.

A capa da edição homenageia o judoca Leandro Gonçalves, um atleta que se destacou no cenário nacional e internacional e com os resultados obtidos foi um dos 10 primeiros judocas convocados para integrar a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Paris.

Entre as pautas abordadas na edição, destaca-se o Grand Prix da Áustria, a Copa Europeia Porac, O Grand Slam de Tiblisi, o Grand Slam de Antalya e uma matéria especial sobre a convocação dos 10 primeiros judocas que garantiram o passaporte para os Jogos Olímpicos do Japão.

A revista "Simplesmente JUDÔ" continua a manter sua proposta de ser uma publicação totalmente digital, mensal, proporcionando aos leitores uma experiência moderna e acessível. Com informações precisas, análises aprofundadas e um design envolvente, a revista permanece como uma fonte confiável para quem gosta do judô.

Não podemos deixar de citar e agradecer ao trabalho incansável da Assessoria de Imprensa da CBJ onde replicamos e nos baseamos para poder editar a revista.

Em resumo, a edição número 47 da "Simplesmente JUDÔ" é uma leitura obrigatória para todos os amantes desse esporte apaixonante. Simples assim!


Por: Boletim OSOTOGARI





Resultados - Campeonatos Brasileiros Regionais 2024


Os Campeonatos Brasileiros Regionais reuniram quase três mil atletas de 25 federações no último fim de semana (06 e 07). As cinco competições simultâneas foram realizadas em Teresina (PI), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ), Anápolis (GO) e Curitiba (PR) e distribuíram vagas para os Brasileiros Finais de cinco classes de idade, que vão acontecer no segundo semestre do ano.

Na Região I, em Teresina, o Pará sagrou-se campeão geral feminino, com 33 medalhas, enquanto o anfitrião Piauí liderou o quadro masculino, com 34 medalhas. Próximo dali, no Ceará, sede da Região II, o Rio Grande do Norte foi campeão do feminino, com 44 medalhas, e Pernambuco subiu ao lugar mais alto do pódio masculino, com 29 medalhas.

Já nas Regiões III, IV e V, os campeões gerais masculinos e femininos foram os mesmos. Na III, no Rio de Janeiro, o estado anfitrião liderou com 133 medalhas; na IV, em Anápolis, o Mato Grosso do Sul dominou com 102 medalhas; e na V, por fim, sediada em Curitiba, São Paulo manteve sua hegemonia na competição com 130 pódios.


Foto: Anderson Neves/CBJ

Araras: Judocas da Associação Mercadante conquistam três medalhas no Brasileiro Regional em Curitiba


No último final de semana, quatro judocas do Projeto Kimono de Ouro estiveram em Curitiba/PR, para a disputa do Campeonato Brasileiro de Judô - Região V, onde foram conquistadas três medalhas, sendo duas de prata e uma de bronze.

Medalha de Prata: Amanda Lima na classe Sub-15 e Letícia Camargo no Sub-13 e Medalha de Bronze: Nicoly Nogueira do Sub-15. Além das medalhistas, a judoca Ana Moraes garantiu o honroso quinto lugar na classe sub-15. O professor kodansha Marcos Mercadante foi o técnico da seleção paulista na competição.



“O resultado foi excelente, três medalhas em uma competição de alto nível é para dar orgulho em qualquer pessoa. A competição teve os 600 judocas melhores do sul e sudeste. Parabéns a equipe PKO pelo trabalho realizado e obrigado a todos os patrocinadores que apoiam o PKO”, comenta o sensei kodansha e Marcos Mercadante.


Por: Associação Mercadante de Araras


Judocas de Mato Grosso do Sul conquistam o título no Campeonato Brasileiro Regional em Anápolis/GO


Com um desempenho excepcional e determinação indomável, os judocas de Mato Grosso do Sul conquistaram o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro Regional de Judô, realizado neste fim de semana em Anápolis, Goiás. A delegação sul-mato-grossense, composta por atletas de todas as idades e categorias, demonstrou sua superioridade no tatame, conquistando um total de 102 medalhas e garantindo a posição de destaque no evento.

José Ovidio Duarte da Silva, presidente da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul (FJMS), expressou sua satisfação e orgulho pelo desempenho brilhante dos judocas do estado. “Estamos extremamente felizes com essa conquista, que é resultado do trabalho árduo de nossos atletas, técnicos e colaboradores. Essa vitória representa não apenas o talento individual de cada judoca, mas também a força e união de nossa equipe“, destacou.

Além do talento e da dedicação dos atletas, José Ovidio ressaltou a importância do apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (FUNDESPORTE) para o sucesso da delegação sul-mato-grossense. “O apoio da FUNDESPORTE foi fundamental para viabilizar nossa participação neste campeonato. Sem esse suporte, não teríamos conseguido alcançar esses resultados tão expressivos. Agradecemos profundamente por todo o respaldo e incentivo“, enfatizou.

Ao longo das competições, os judocas de Mato Grosso do Sul demonstraram técnica apurada, determinação e espírito esportivo, conquistando o respeito e admiração dos demais competidores e espectadores. As 39 medalhas de ouro, 25 de prata e 38 de bronze refletem não apenas a habilidade dos atletas, mas também a qualidade do trabalho desenvolvido pela FJMS.

A vitória no Campeonato Brasileiro Regional de Judô em Anápolis consolida Mato Grosso do Sul como uma potência no cenário do judô nacional. A FJMS parabeniza todos os judocas pelo desempenho exemplar e reafirma seu compromisso com o desenvolvimento e promoção do esporte no estado.



domingo, 7 de abril de 2024

Dupla Vitória Implacável: ICI Vence na Copa São Paulo de Veteranos e na Justiça


Sob uma intervenção que desalojou os administradores da Federação Paulista de Judô (FPJ), em resposta a uma derrota judicial após três anos de litígio movido pelo Instituto Camaradas Incansáveis (ICI) e Associação Projeto Budô, a Copa São Paulo 2024 foi um triunfo incontestável. Graças à condução assertiva do interventor Dr. Caio Medauar, que assegurou que durante a intervenção nenhum judoca paulista seria prejudicado, o evento foi realizado.

Na categoria de veteranos, o ICI, sediado no bairro da Pompéia, na capital paulista, ergueu-se com duas vitórias irrefutáveis, tanto nos tatamis quanto nos tribunais. Os três títulos consecutivos conquistados na Copa São Paulo foram acompanhados pela resolução inânime favorável do impasse legal que se arrastou pelos mesmos três anos.

O ICI triunfou na competição esportiva e também emergiu em 2024 com a conquista judicial de grande importância para a entidade. Foi uma demonstração de trabalho em equipe, onde os judocas se prepararam para os combates nos tatamis e a equipe jurídica se equiparou para as batalhas nos tribunais.


Na edição 2024, s
ob a liderança de Bahjet, co-administrador e general no Coliseu, e guiados pelo multicampeão mundial Cristian Cezário, o ICI alcançou novamente o título de campeão geral da Copa São Paulo de Veteranos. Os medalhistas Incansáveis demonstraram excelência técnica e mental, refletindo os cinco pilares fundamentais do ICI: mente de campeão, longevidade saudável, ser evolutivo, ninguém põe a mão no meu kimono e ninguém fica para trás. Além dos três títulos consecutivos, o ICI também possui outro título geral conquistado em 2016.

Confira os medalhistas: 

Campeões: Davi, Alonso, Fábio Imamura, Paulo, Ana, Fábio Adauto, Jessi e Cristhian

Vice-campeões: Pedro, Renato, Nilton e Willian

Terceiros colocados: Caio e Claudinho.

"Treinos impecáveis, aliados à dedicação aos nossos pilares fundamentais, nos conduziram a mais uma vitória na Copa São Paulo. Começamos a temporada como planejamos terminá-la: com sucesso para todos os nossos atletas. Parabéns ao camarada Bahjet pela preparação exemplar e ao camarada Cris pela liderança durante as batalhas. Este é apenas o começo de uma temporada promissora", declara o presidente do ICI, Rodrigo Guimarães Motta, 7º DAN.

Entenda o papel do interventor Dr. Caio Medauar na FPJ clicando no link abaixo:


Por: ASCOM ICI

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada