domingo, 19 de janeiro de 2020

Tashkent, no Uzbequistão, sediará o Campeonato Mundial Sênior de Judô 2021


A sede oficial do próximo Campeonato Mundial Sênior de Judô foi definida, na última terça-feira (14): Tashkent, a capital do Uzbequistão, foi a escolhida para sediar a edição de 2021 do Mundial, durante o mês de setembro. A assinatura do acordo entre o presidente da Federação Internacional do Judô, Marius L. Vizer, e o presidente da Federação de Judô do Uzbequistão, Azizjon Kamilov, aconteceu na sede do Comitê Olímpico usbeque.
A cidade de Tashkent tem sido um recorrente nome no circuito mundial de competições de judô desde 2013, sediando o Grand Prix de Judô. De acordo com o anúncio da FIJ, a Federação do Uzbequistão tem trabalhado constantemente para entregar uma infraestrutura moderna e de alta qualidade, visando organizar o melhor Campeonato Mundial possível, uma das razões pelo qual foi escolhido para sediar a competição.
“Este campeonato é uma ótima ocasião para promover os valores do Uzbequistão e do judô para o mundo. Espero que este grande evento seja uma inspiração para as gerações mais jovens de todo o mundo desfrutarem do judô e de todos os outros esportes”, disse o presidente da FIJ, durante a coletiva de imprensa após a assinatura do acordo.
Além disso, pela primeira vez na história do judô, a FIJ e a IBSA, que organiza as competições paralímpicas de judô, planejam realizar a competição de judô para atletas com deficiência visual imediatamente após o Campeonato Mundial.
Por: Assessoria de Imprensa da CBJ

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Boletim OSOTOGARI estreia coberturas fotográficas no Shotyugueiko de São Carlos 2020


O boletim OSOTOGARI fará sua estreia em coberturas fotográficas em 2020 no Shotyugueiko de São Carlos que será realizado entre os dias 24 e 26 de janeiro de 2020 no ginásio municipal Milton Olaio Filho, local onde os participantes também ficarão alojados, e é um dos mais bem estruturados ginásios esportivos do interior do estado de São Paulo.

Além da excelente estrutura oferecida, a organização do evento oferecerá treinamento diferenciado, pois será de judô e jiu jitsu, contando com a participação dos técnicos Marcos Barbosa da B9, Sergio Ferrante, Lairton Mansor e Giovani Marcon, analista de desempenho do Esporte Clube Pinheiros, e fechará o treinamento com a presença da judoca medalhista olímpica e campeã mundial Mayra Aguiar no Sesc São Carlos, com um encontro no domingo, 26 de janeiro.

Os judocas participantes do Shotyugueiko realizarão o treinamento até às 12h no domingo. Após o almoço todos irão para o Sesc de São Carlos para o encontro com a atleta olímpica, a partir das 14h30.

Serão disponibilizaremos colchões e na taxa de R$200,00 (ou 3x de 70,00) já está incluso as refeições. Trazer apenas roupa de cama.

Para outras informações é só entrar em contato pelo whatsapp do professor Sebá: (16) 99147-4504


Participe!

Serviço:
Shotyugueiko de São Carlos 2020
Data: 24 à 26 de janeiro
Local: Ginásio Milton Olaio Filho 
Informações: Whats App (16) 99147-4504

Por: boletim OSOTOGARI






quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Rio Grande do Sul: Sogipa contrata trio de jovens de olho em Paris-2024


A menos de 200 dias para os Jogos Olímpicos de Tóquio, o judô da Sogipa já está pensando no futuro e projetando também as Olimpíadas de Paris, quatro anos mais tarde. Por isso, juntou a sua equipe mais três jovens judocas, que já participam da pré-temporada no clube: Bruna Campos da Silva, 21 anos, Airton Antunes da Silva, 21, e Marcelo Gomes, 19.
Os dois primeiros são gaúchos e já treinavam em Porto Alegre, no GN União. Bruna foi vice-campeã brasileira sênior do ano passado. Também conquistou medalha de bronze no Troféu Brasil 2019 e nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba. Airton também tem dois títulos nacionais. Foi campeão dos Jogos Escolares da Juventude e medalha de bronze no Campeonato Sul-Americano Sênior. Também tem dois bronzes no Troféu Brasil.
Marcelo, por sua vez, vem de São Paulo, onde treinava no Projeto Futuro. Ele já faz parte das seleções brasileiras de base, com medalhas no circuito europeu. Também é bicampeão brasileiro da sua categoria.
“São atletas jovens e de muito talento, que vamos trabalhar pensando já no próximo ciclo olímpico. É o começo da caminhada e eles já mostraram que estão muito motivados”, enfatiza o técnico Antônio Carlos Pereira, o Kiko. “São atletas jovens e promissores e com resultados. Dentro do nosso projeto, vão crescer ainda mais.”
O trio, acompanhado pelo técnico Kiko e pelo diretor do departamento de judô, Eduardo Maschka Lucas, foi recebido pelo presidente da Sogipa, Carlos Wüppel, na noite desta quarta-feira. O dirigente apresentou aos atletas o Projeto Olímpico da Sogipa e a infraestrutura que o clube oferece, com apoio de patrocinadores, para a prospecção e preparação de atletas de alta performance.
Por: Assessoria de Imprensa da Federação Gaúcha de Judô

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Japonês Hirotaka Okada retorna ao Brasil para realizar mais workshops para professores



O judô brasileiro receberá, de 14 a 17 de fevereiro, o bicampeão mundial e medalhista olímpico Hirotaka Okada, que estará no país para ministrar workshops da modalidade para professores de judô e estudantes de Educação Física. O conteúdo será voltado à capacitação desses profissionais para o ensino da arte marcial no âmbito escolar. As atividades serão em duas cidades brasileiras: Lauro de Freitas, na Bahia, no dia 14 de fevereiro; e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, nos dias 16 e 17. O evento é gratuito.

Instrutor da Universidade de Tsukuba, referência em Educação Física no Japão, Hirotaka Okada vai demonstrar de forma prática os fundamentos básicos do judô, além de abordar os valores do código de conduta e protocolos de segurança na metodologia de ensino. A clínica também abrirá espaço para debater ideias sobre como desenvolver o judô nas escolas públicas brasileiras e dar continuidade à formação dos professores participantes do intercâmbio Brasil x Japão promovido pela Embaixada do Japão do Brasil e pela CBJ por meio do programa Sport For Tomorrow, do Japan Sport Council.

Ryosuke Kimura, gerente de Projetos do Japan Sport Council e secretario do Sport For Tomorrow, acredita que as ações já estão dando resultado no território brasileiro. A meta é qualificar cada vez mais a modalidade para que se solidifique a prática da arte marcial nas escolas.

"No Brasil, o valor educacional do judô já é bem conhecido, portanto o judô já foi implementado dentro e fora do currículo em muitas escolas. Desta vez, nós, incluindo sensei Okada, visitaremos o Brasil para fornecer mais conhecimentos sobre a disseminação do judô e instruções adequadas. Esperamos que muitos treinadores e professores participem do workshop e, após as atividades, espalhem o conhecimento e implementem o judô nas escolas também", sugeriu Kimura.

O evento faz parte do programa Sport For Tomorrow, projeto de contribuição internacional do esporte liderado pelo governo japonês, com conexões em 100 países e com cerca de 10 milhões de pessoas envolvidas. Por meio desta iniciativa, o Japão pretende dar a sua contribuição ao desenvolvimento social de vários países, através da prática esportiva.

Os interessados em participar das atividades deverão fazer sua inscrição na plataforma Zempo (www.zempo.com.br) no evento referente ao local de sua preferência até às 16h (de Brasília) do dia 10 de fevereiro. O evento é gratuito e não haverá taxa de inscrição para os participantes do workshop.

Judô nas escolas

No Brasil, a Confederação Brasileira de Judô é uma das parceiras do governo japonês neste projeto e tem trabalhado junto à Embaixada do Japão e ao governo federal do Brasil para promover cada vez mais o intercâmbio Brasil x Japão no judô.

Desde 2016, o Brasil e o Japão mantêm uma parceria para a troca de experiências esportivas e de organização dos Jogos Olímpicos. Uma das iniciativas, assinada durante o Fórum Mundial de Cultura e Esporte, teve como objetivo o envio de professores brasileiros de judô para um treinamento no Japão, de modo a conhecerem a forma de ensino da modalidade em escolas públicas e replicarem o modelo no Brasil.

O programa já levou 25 professores brasileiros ao Japão. A primeira turma, em 2017, contou com 7 participantes; a segunda, em 2018, com 8; e a turma de 2019 foi composta por 10 professores brasileiros que passaram dois meses visitando dojôs e escolas japonesas.



Por: Assessoria de Imprensa da CBJ

Angola promoverá 1º Estágio Nacional de Judô


Nos dias 01 e 02 de fevereiro Angola vai parar para treinar judô!

Sob coordenação do judoca Euclides Ricardo, será realizado o 1º Estágio Nacional de Judô, visando a preparação dos judocas angolanos para a temporada 2020 de competições.

Programação dos treinamentos:
Sábado  (01/02)
  • Manhã, das 09h30 às 12h
  • Tarde, das 16h às 18h30

Domingo (02//02)
  • Manhã, das 09h30 às 12h
  • Tarde, das 16h às 18h30

O treinamento será em Kilamba, Quarteirão W20-CP com os técnicos Ângelo Antonio e Faia Moreira.

Serviço:
Estágio Nacional de Judô 2020
Dias: 1 e 2 De Fevereiro 2020
Local: Luanda ( Kilamba ) - Quarteirão W20 - Cp
Inscrição: 1.500 AKZ

Contactos para Inscrição : 925543267 - 995543267

Inscrições limitadas!

Organização:
Uki Sport Angola

Apoio:
Clube Desportivo Judo Elite
CP
Arena Sannus
Tony trade

Por: Boletim OSOTOGARI

Professor Atibaiense Participa de Encontro de Kodanshas no SESC Santo Amaro


Sábado, dia 11 de janeiro, o professor kodansha (Alta Graduação) de Atibaia Paulo Ferraz Alvim Mühlfarth (Pi) representante dos técnicos da Federação Paulista de Judô, participou nas dependências do SESC Santo Amaro, do Encontro de Kodanshas realizado em parceria do SESC e da Federação Paulista de Judô, sob a coordenação do medalhista Olímpico professor Douglas Vieira. Evento que reuniu diversos professores do Estado de São Paulo e  com destaque a ilustre presença do professor do estado de Pernambuco Tadao Nagai 9º Dan.

Dia muito produtivo, onde crianças e pais puderam vivenciar a pratica da modalidade, com informações sobre história, filosofia e desenvolvimento do judô, através de palestras muito bem elaboradas e conduzidas pelos senseis. Os temas abordados foram:

  • “Ética no Judô” - Sensei Yoshiyuki Shimotsu 8º Dan - Fundamentos básicos da educação oriental, inseridos e aplicados no judô, para o desenvolvimento moral e disciplinar do praticante, objetivando benefícios à coletividade. 
  • “História e Filosofia do Judô” - Sensei Sergio Lex 6º Dan – Abordagem das mudanças políticas no Japão.
  • Propósitos do Shi Han Jigoro Kano (criador do judô) na construção da modalidade.
  • Herança do Bushido.
  • Inserção olímpica e impacto mundial da modalidade.
  • “Processo de Evolução do Indivíduo Através do Judô” - Sensei Sumio Tsujimoto 8º Dan 


O processo de desenvolvimento do judô não parou na moldagem inicial, pois o Shi Han Jigoro Kano iniciou um processo diferenciado de estudos evolutivos em beneficio humano seguindo para a eternidade.

A importância da pratica diária na busca do autoconhecimento - olhar para si e encontrar seu ponto de equilíbrio emocional, agir, pensar e transformar seu núcleo social através das atitudes positivas, melhorar a construção de si em beneficio a seus semelhantes.

A importância da força do pensamento na realização dos nossos objetivos.

Aula prática - exercícios específicos para desenvolvimento das habilidades motoras e cognitivas adaptadas ao judô.   

Na avaliação do professor Pi, é de relevante importância destes encontros na preservação dos conceitos básicos da modalidade, pois mostram aspectos valiosos para a boa formação humana. Quando aplicados com ética e fixados com empenho, tornam o praticante consciente e capaz de alcançar suas metas com resultados positivos. Equilíbrio e autoconhecimento são o que fazem do judô uma filosofia de vida, seja dentro ou fora do tatami.  

Por: APAJA - Atibaia

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Rio Grande do Sul: Grupo da Sogipa se apresenta para a temporada 2020



A temporada 2020 já começou na Sogipa. Saudado pelo presidente do clube, Carlos Wüppel, o grupo se reapresentou para os treinamentos nesta segunda-feira, visando o ano olímpico, que já tem os primeiros compromissos marcados na agenda para parte da delegação, com treinos e competições.
“A apresentação ocorreu em uma data simbólica, faltando 200 dias para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que é a meta de dez a cada dez judocas nossos”, afirmou o diretor técnico da Sogipa, Antônio Carlos Pereira, o Kiko. “O ano olímpico já começou.” A meta da Sogipa para Tóquio-2020 é ter cinco judocas no evento e conquistar ao menos uma medalha.
Ao fim da atividade, dez judocas já iniciaram suas temporadas oficialmente. Eles viajaram rumo à Europa à tarde, onde participam de treinamentos de campo na Áustria e na Itália e entram nos tatames israelenses para a primeira competição oficial do calendário: o Grand Prix de Tel Aviv.
Embarcaram Nathália Brígida (48kg), Aléxia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Felipe Kitadai (60kg), Daniel Cargnin (66kg), David Lima (73kg), João Pedro Macedo (81kg), Rafael Macedo (90kg) e Leonardo Gonçalves (100kg). Além deles, outros 12 atletas convocados pela CBJ seguiram ao Velho Continente.
Por: Assessoria de Imprensa da Federação Gaúcha de Judô

Árbitros brasileiros participam do Seminário Internacional de Arbitragem, Esporte e Educação da FIJ, em Doha


Na reta final de preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, a Federação Internacional de Judô realiza, nesta semana, em Doha, no Catar, o Seminário Internacional de Arbitragem, Esporte e Educação. O evento, realizado anualmente, reuniu treinadores, árbitros e atletas de diversos países para discutir as regras do judô, visando à padronização dos critérios de arbitragem. O Brasil foi representado no Seminário pelos árbitros FIJ A Laedson Godoy, Jeferson Vieira, André Mariano e Edison Minakawa, Coordenador Nacional de Arbitragem.

ASSISTA AO SEMINÁRIO AQUI
Representantes de 90 países estiveram presentes para a debater os rumos dos regulamentos esportivos e educacionais do judô paras as próximas competições IJF.

Com a ajuda da tecnologia, através da apresentação de vídeos com situações de lutas dos eventos da FIJ em 2019, uma grande variedade de regras foi ilustrada e analisada, buscando proporcionar aos árbitros uma alta taxa de acerto em suas decisões, para que se atinja o resultado correto.
“Nos últimos três dias, estivemos preparando o programa para incluir muita discussão e padronizar ainda mais os critérios para todas as regras. O judô é sempre complicado, mas faremos o nosso melhor. A preparação para nossos futuros árbitros olímpicos é muito difícil, mas o nível de arbitragem em Tóquio, nos Jogos Olímpicos, deve ser excelente”, declarou Juan Carlos Barcos, diretor de arbitragem da FIJ.
Além da discussão acerca dos métodos de arbitragem, no segundo dia de evento (12), os convidados participaram de uma série de palestras da comissão de educação sobre assuntos como ética, antidoping e a regra 50 de Tóquio - regra que proíbe os atletas de realizarem manifestações políticas durante a competição.
Por: Assessoria de Imprensa da CBJ

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Ano paraolímpico começou com nove medalhas para o Brasil no IBAS Judo Pan-American Championship em Montreal


Os melhores judocas paralímpicos das Américas competiram no Campeonato de Judô Pan Americano da Federação Internacional de Esportes para Cegos (IBAS) de 2020, em Montreal, Canadá, no domingo (12 de janeiro), na esperança de começar o ano paraolímpico no pódio.

Além das medalhas oferecidas, a competição também foi o primeiro de um trio de eventos deste ano, que contam para a qualificação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. Os atletas têm a chance de ganhar pontos que determinarão seu lugar no ranking mundial.

O Campeonato IBAS de Judô Americano de 2019 é a última competição regional à frente dos Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020.

E a Seleção Brasileira de Judô Paralímpico fez bonito em Montreal, retornando para o Brasil com nove medalhas, sendo cinco de ouro, três de prata e uma de bronze.

Confira os medalhistas:

Ouro: Antonio Tenório, Luan Pimentel, Lucia Araújo, Meg Emerich e Willians Araújo.

Prata: Rebeca Silva, Karla Cardoso e Arthur Silva.

Bronze:Thiego Marques

Os próximos desafios classificatórios serão o Grande Prêmio em Nottingham, na Grã-Bretanha, e Baku, no Azerbaijão, que acontecerá de 11 a 12 de abril e 11 a 12 de maio, respectivamente. Todos os eventos contam para a qualificação para os próximos Jogos Paraolímpicos.

Por: boletim OSOTOGARI


sábado, 11 de janeiro de 2020

Caloura em Mittersill, judoca Samara Oliveira relata primeiras impressões do treino mais "casca-grossa" da Europa


O ano de 2020 começa de forma especial para uma judoca brasileira de 20 anos que encara, pela primeira vez, o duro Treinamento de Campo de Mittersill, na Áustria. Samara Oliveira, meio-médio do Esporte Clube Pinheiros, é uma das calouras da delegação brasileira no camping de pré-temporada mais "casca-grossa" da Europa. Nos próximos dias, o desafio será dividir o dojô com mais de mil judocas e sobreviver às dezenas de randoris com os melhores do mundo. Uma oportunidade única para quem busca, um dia, ser um deles.  
“Está sendo meu primeiro treinamento internacional sênior e vai ser ótimo para dar uma base bem forte para esta temporada. A qualidade e a intensidade das atividades me chamaram atenção. São meninas bem mais experientes, com um judô bastante apurado. Vou aproveitar a oportunidade para evoluir mais ainda, com certeza”, afirmou a novata que, além de observar de perto as principais judocas da sua categoria, como a campeã olímpica Tina Trstenjak (SLO) e a tetracampeã mundial Clarisse Agbegnenou (FRA), tem buscado também orientações com as judocas brasileiras da equipe principal.
“Admiro muito a Ketleyn Quadros e a Mariana Silva. Fico na cola delas em busca de orientações. Elas são do meu peso (63kg). Sempre me dão dicas e me auxiliam quando luto com outras atletas mais fortes do meu peso. Tem sido muito importante para mim, que estou chegando agora na classe sênior. A Maria Portela (70kg) é outra judoca que admiro muito e que busco informações com ela, mesmo sendo uma categoria acima. Ela é muito experiente e me identifico com alguns golpes que ela utiliza”, aponta a atleta.
Além de Samara, outros 12 judocas da classe Sub-21 viajaram com a equipe principal para o treinão de inverno. O intercâmbio é uma das estratégias do programa de transição desenvolvido pela Confederação Brasileira de Judô em parceria com clubes e federações que visa facilitar o processo de mudança de classe - do Júnior para o Sênior - e, assim, alimentar a renovação constante da seleção brasileira de judô.
Atletas como Daniel Cargnin (66kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Larissa Pimenta (52kg) e Beatriz Souza (+78kg) são os exemplos mais recentes de judocas que passaram por esse processo e hoje integram a equipe principal do Brasil. 
Foco nas competições europeias
A preparação em Mittersill servirá como base para as disputas das primeiras competições do ano, que serão na Europa. Primeiro, o Grand Prix de Tel Aviv, em janeiro, seguido pelo Aberto Europeu de Odivelas e o Grand Slam de Paris, ambos em fevereiro.

Campeões do reality "Ippon", produzido pela TV Globo, Bradesco e CBJ, Samara e Guilherme Schimidt (81kg/Minas Tênis Clube) ganharam como prêmio uma convocação para o Grand Slam francês.

Dessa forma, concluído o período de treinos, o foco dos dois estará nas primeiras oportunidades de medalhas do ano. Principalmente no Grand Slam de Paris, mais uma experiência inédita para os calouros. É a chance de começar 2020 com bons resultados na bagagem.
“Estou correndo atrás da minha evolução para iniciar esta nova fase de forma bem positiva. Tenho competições importantes pela frente. Quero estar muito bem preparada para conseguir bons resultados, principalmente no Aberto de Odivelas, em Portugal, e no Grand Slam de Paris, na França. Fazer parte da seleção neste período tão importante do ano olímpico significa muito para mim”, concluiu a atleta.
Por: Assessoria de Imprensa da CBJ

Pedreira: Judoca Kayodê Manu recebe homenagem


Em 09 de janeiro, o judoca pedreirense Kayode Manu da Silva Alves, Campeão dos Jogos Regionais de 2019 na cidade de Americana e Medalha de Bronze nos Jogos Abertos do Interior 2019 na cidade de Marília, recebeu o Cartão de Ouro da Cidade de Pedreira, como forma de agradecimento por representar a cidade, em nome da Prefeitura Municipal de Pedreira, através da Secretaria de Esportes do Município.

Por: Judô Esporte Clube Santa Sofia/AEJAR 

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Instituto Camaradas Incansáveis anuncia a pré venda do Livro do ICI


O Instituto Camaradas Incansáveis (ICI) inicia a temporada 2020 com uma grande novidade. A pré venda do livro do ICI, que será lançado em maio deste ano, mas quem realizar a compra antecipada o valor será de R$ 50,00 e ainda terá frete grátis e direito a desconto de 10% na aquisição de qualquer volume da trilogia Uruwashi.

"SELO FAIXA PRETA!
Criado pelo faixa preta e Incansável Fábio Imamura, em 2020 este selo será utilizado na nova coleção de livros da respeitada Editora Contexto.
E o primeiro livro, escrito em co-autoria com o lendário escritor Sérgio Xavier irá contar a inacreditável e improvável historia...dos INCANSAVEIS!
Vamos com garra absurda!", disse o presidente do ICI, Rodrigo Motta.

O livro do ICI vai inaugurar o selo faixa preta da Editora Contexto e em suas páginas haverá documentação fotográfica do boletim OSOTOGARI, que acompanha o desenvolvimento do ICI desde a sua inauguração.

Para realizar a compra antecipada e garantir as vantagens oferecidas, basta entrar em contato com o Motta, através do email: rodrigo-motta@uol.com.br

Por: Boletim OSOTOGARI



Campo Grande: Para pagar matrícula da faculdade, professor de judô realizará Pastelada neste sábado!


Para não deixar seus estudos de lado e garantir o devido pagamento da matrícula da faculdade de Direito e a mensalidade da pós-graduação de Educação Física, o jovem Kaique Figueiredo teve uma ideia. Com o apoio da mãe, Lucimeire, eles estão organizando uma pastelada para arrecadar fundos e realizar os devidos investimentos.

Sensei no Centro Comunitário da Vila Saraiva, região do bairro São Francisco, em Campo Grande, o instrutor de Judô não está contando com a verba que paga por seu trabalho. “Os projetos esportivos nas escolas estaduais, onde trabalho, estão sem previsão de retorno. Enquanto não começarem as aulas eu não recebo”, conta ele.

Praticante de Judô desde pequeno, esta arte marcial é a que mais se identificou e ele não esconde sua  grande dedicação ao esporte. “Eu prático judô desde os 5 anos de idade, na Academia Moura. Já passei por outros esportes, mas sempre fiquei no judô”, revela. Como sempre gostou de ensinar, o Sensei acabou se matriculando no curso de Educação Física e não demorou muito para estagiar na academia que treinava.

Desde os 18 anos como Sensei, hoje, aos 27, Kaique já tem mais de 7 anos como instrutor de Judô no centro comunitário. No início, um empecilho brecava a vontade do jovem trabalhar com o esporte no lugar. “Quando comecei, tentei colocar o judô, mas o presidente do centro comunitário não dava espaço. O lugar era somente usado para os ensaios da escola de samba dele. Em 2013 minha mãe concorreu à presidência do bairro e ganhou. Aí sim, iniciamos os trabalhos por lá”, relembra.

O apoio da mãe foi fundamental para concretização do projeto. Já que apesar de tentar muito e não conseguir, dona Lucimeire foi atrás de pesquisar quando seriam as próximas eleições para presidente do bairro e não pensou duas vezes antes de encarar essa empreitada. “Me candidatei ao cargo de presidente do bairro, ganhei no ano de 2013. De lá pra cá, realizo ações sociais, esportivas entre outros. Sou Assistente Social e, voluntariamente com meu filho, iniciamos o judô. Mesmo sem tatames e quimonos, mas com muita vontade de fazer o bem e tirar a criançada da rua”, relata.

Apaixonado pelo Judô e com a preocupação de dar oportunidade às crianças do São Francisco e região, Kaique se diz orgulhoso de poder contribuir com algo tão nobre e transformador quanto o esporte. “Eu gosto demais de judô e fico feliz demais vendo outras pessoas se apaixonando por algo que faz parte tão grande da minha vida”, diz ele.

Pastelada acontece neste sábado

Para Kaique conseguir o dinheiro para cumprir com seus compromissos estudantis, a pastelada foi a ideia para que os amigos e a comunidade do bairro pudessem ajuda-lo nessa.

“Sempre fazemos rifas e pasteladas para os judocas trocarem de faixa ou irem para campeonatos (eles já foram para São Paulo, Ponta Porã, Dourados, Paraguai e Aquidauana) e o Sensei sempre está presente, apesar de fazer duas faculdades e ter três empregos. Ele é muito amado pelos judocas e pela comunidade, não é qualquer profissional que se doa tanto como voluntário e de forma tão profissional”, orgulha-se a mãe.

A pastelada vai acontecer no próximo dia 11, sábado, das 15h às 20h, no Centro Comunitário da Vila Saraiva. Serão vendidos pastéis de queijo e carne, custando R$ 3,00 ou 2 por R$ 5,00.

O Centro Comunitário fica na rua Marajó, 540 – Bairro São Francisco. Compareça!

Por: Leandro Marques - Midiamax

Araras: Judocas da Academia Mercadante voltaram às aulas nesta segunda


Após as merecidas férias, os atletas da equipe de judô da Academia Mercadante retornaram às aulas na última segunda-feira (6/1), com as duas turmas (infantil e adulto). Visando o crescimento e melhora na integração, desenvolvimento e socialização dos alunos, podemos esperar muitos eventos e atividades para os praticantes em 2020.

“Quero dar as boas-vindas à todos os atletas e também desejar boa sorte em 2020. Espero que todos tenham ótimos desempenhos e resultados dentro e fora do tatame.  Aproveito para fazer o convite para aqueles interessados em praticar do judô, um dos esportes mais completos e recomendados, independentemente da idade. Os interessados podem fazer uma aula experimental, que acontecem de segunda, quarta e sexta-feira das 18h às 19h30 (infantil) e das 19h30 às 21h (adulto)”, comenta o comendador e mestre kodansha, Marcos Mercadante.

Por: Associação Mercadante de Araras

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Seleção Brasileira de Judô realiza primeiro treinamento em Mittersill, Áustria


Agora é ofcial: a temporada 2020 do judô mundial começou, com o tradicional Treinamento de Campo de Mittersill, na Áustria. As atividades acontecem até o dia 15 de janeiro e contam com 52 atletas do Brasil em solo europeu. É a sétima maior delegação do evento. Os russos lideram a lista com uma equipe de 120 atletas.

As judocas da seleção feminina do Brasil foram as primeiras a encarar as adversárias no tatami austríaco nesta quarta-feira, 8, enquanto os homens começarão os treinos na quinta-feira, 9.

De acordo com a programação, as atividades começaram às 8h15, na parte da manhã, e à tarde, às 15h15, horário local. Nos sete primeiros dias, as equipes feminina e masculina treinam separadamente em dois períodos, com os homens divididos em dois grupos, sendo um com atletas até 73kg e o outro, com os judocas acima de 73kg. Nos dois últimos compromissos em Mittersill, os treinos serão mistos, com o último dia sendo apenas no período da manhã.

O Treinamento de Campo de Mittersill é um dos mais tradicionais e importantes da Europa, e nesta edição reúne 1.150 atletas de 67 países. Com predominância dos atletas europeus, o OTC serve de preparação para as primeiras competições (European Open Odivelas-POR, Grand Slam Paris-FRA, European Open Oberwart-AUT e Grand Slam Düsseldorf-GER), onde os atletas brasileiros reencontram os “parceiros” de treino.

Técnico da seleção feminina de judô sênior, Mario Tsutsui destacou a importância das judocas brasileiras estarem adquirindo experiência com as atletas europeias neste início de temporada. 

“Mittersill é importante porque reúne toda a comunidade europeia, e passa a ser uma oportunidade muito boa para as nossas judocas absorverem mais experiências no tatami com essas principais atletas, como as francesas, que vieram com a equipe principal, Espanha, Alemanha, França, Kosovo. Teremos o Grand Prix de Tel Aviv no final do mês e depois dois Grand Slam. Precisamos estar bem preparados para começar o ano com resultados positivos nas competições”, avaliou Tsutsui.

A pré-temporada em solo europeu conta ainda com o treinamento de campo em Roma, na Itália, no período do dia 15 ao dia 20 de janeiro, antes do Grand Prix de Tel Aviv, disputado de 23 a 25 deste mês, em Israel.

Confira abaixo a escalação da Seleção Brasileira de Judô para o Grand Prix de Tel Aviv, de 23 a 25 de janeiro: 

FEMININO

Nathália Brígida (48kg / Sogipa / FGJ)
Gabriela Chibana (48kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
Eleudis Valentim (52kg / Instituto Reação / FJERJ)
Sarah Menezes (52kg / Clube de Regatas do Flamengo / FJERJ)
Ketelyn Nascimento (57kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
Aléxia Castilhos (63kg / Sogipa / FGJ)
Ketleyn Quadros (63kg / Sogipa / FGJ)
Maria Portela (70kg / Sogipa / FGJ)
Ellen Santana (70kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
Samanta Soares (78kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)

MASCULINO

Eric Takabatake (60kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
Felipe Kitadai (60kg / Sogipa / FGJ)
Daniel Cargnin (66kg / Sogipa / FGJ)
Willian Lima (66kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
David Lima (73kg / Sogipa / FGJ)
Eduardo Katsuhiro (73kg / Clube Paineiras do Morumby / FPJUDO)
Eduardo Yudy (81kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
João Pedro Macedo (81kg / Sogipa / FGJ)
Rafael Macedo (90kg / Sogipa / FGJ)
Giovani Ferreira (90kg / Esporte Clube Pinheiros / FPJUDO)
Leonardo Gonçalves (100kg / Sogipa / FGJ)
Rafael Buzacarini (100kg / Clube Paineiras do Morumby / FPJUDO)

Por: Assessoria de Imprensa da CBJ
Foto: Divulgação / CBJ

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Shotyugueiko de São Carlos terá encerramento com a presença de Mayra Aguiar no Sesc


Uma novidade para o Shotyugueiko de São Carlos será a palestra da multi medalhista gaúcha Mayra Aguiar, que será realizada no SESC de São Carlos, no domingo, 26 de janeiro.

Os judocas participantes do Shotyugueiko realizarão o treinamento até às 12h no domingo. Após o almoço todos irão para o Sesc de São Carlos para o encontro com a atleta olímpica, a partir das 14h30.

O Shotyugueiko de São Carlos será realizado entre os dias 24 e 26 de janeiro de 2020 no ginásio municipal Milton Olaio Filho, local onde os participantes também ficarão alojados, e é um dos mais bem estruturados ginásios esportivos do interior do estado de São Paulo.

Esse treinamento será mais do que especial, pois será de judô e jiu jitsu e agora fechará o treinamento com chave de ouro com a presença da judoca Mayra Aguiar no Sesc São Carlos.

Para esse treinamento, o professor Sebá Alexandre firmou uma parceria com os professores Marcos Barbosa da B9, Sergio Ferrante, Lairton Mansor e Giovani Marcon, analista de desempenho do Esporte Clube Pinheiros.

Serão disponibilizaremos colchões e na taxa de R$200,00 (ou 3x de 70,00) já está incluso as refeições. Trazer apenas roupa de cama.

Para outras informações é só entrar em contato pelo whatsapp do professor Sebá: (16) 99147-4504

Evento contará com cobertura fotográfica do Boletim OSOTOGARI.


Participe!

Por: boletim OSOTOGARI






segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Caravana Boletim #005: Com vocês, São João Tênis Clube / APAJA



Uma das maiores equipes de judô da atualidade em formação de atletas de alto rendimento da base e formadora de cidadãos de bem. Uma unanimidade na cidade de Atibaia, São Paulo, o São João Tênis Clube / APAJA tem uma grande história para contar. E quem vai contar isso para nós serão os professores Paulo Alvim e Thiago Valladão.

Mais uma produção audiovisual do boletim OSOTOGARI para o Canal Caravana Boletim!

Por: boletim OSOTOGARI


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada