Mostrando postagens com marcador judo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador judo. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 11 de julho de 2024

Veja os convocados do judô paralímpico para os Jogos de Paris 2024


O CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) anunciou na tarde desta quinta-feira (11) a segunda leva dos convocados que representarão o país nos Jogos Paralímpicos de Paris 2024, que acontecerão de 28 de agosto a 8 de setembro. Desta vez, foram divulgados os nomes de esportistas de nove modalidades, incluindo do judô paralímpico, administrada pela CBDV (Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais). 

Depois da atualização do ranking feita pela IBSA (sigla em inglês para Federação Internacional de Esporte para Cegos), na última segunda-feira, o Brasil garantiu presença em 13 das 16 categorias da modalidade. Ainda foi solicitada uma das vagas bipartites – oferecidas por convite da organização após solicitação feita pelos Comitês de cada país – na categoria até 57 kg para atletas J1 (cegos totais) do torneio feminino, e a resposta será dada no dia 19.

Confira os 13 judocas convocados:

ALANA MARTINS MALDONADO 
Idade: 28
Categoria: até 70 kg (J2)
Posição no ranking paralímpico: 2ª
Equipe: Amei-SP
Participações:
Tóquio 2020: ouro
Rio 2016: prata

ARTHUR CAVALCANTE DA SILVA 
Idade: 32
Equipe: Icemat-MT
Categoria: até 90 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 1º
Participações:
Tóquio 2020: 5º
Rio 2016: 7º
Londres 2012: 7º

BRENDA SOUZA DE FREITAS
Idade: 29
Equipe: IBC-RJ
Categoria: até 70 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 2ª
Participações: 0

ELIELTON LIRA DE OLIVEIRA
Idade: 28
Equipe: AMJ-SP
Categoria: até 60 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 2º
Participações: 0

ERIKA CHERES ZOAGA
Idade: 36
Equipe: ARDV-MT
Categoria: + 70 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 5ª
Participações: 0

HARLLEY DAMIÃO PEREIRA ARRUDA 
Idade: 45
Equipe: AMJ-SP
Categoria: até 73 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 5º
Participações: 
Tóquio 2020: 9º
Rio 2016: 9º
Londres 2012: 9º

LÚCIA DA SILVA TEIXEIRA ARAÚJO 
Idade: 43
Equipe: AMJ-SP
Categoria: até 57 kg (J2)
Posição no ranking paralímpico: 6ª
Participações: 
Tóquio 2020: bronze
Rio 2016: prata
Londres 2012: prata
Pequim 2008: 9ª

MARCELO ADRIANO DE AZEVEDO CASANOVA
Idade: 20
Equipe: RDJ-RS
Categoria: até 90 kg (J2)
Posição no ranking paralímpico: 4º
Participações: 0

REBECA DE SOUZA SILVA
Idade: 23
Equipe: Amei-SP
Categoria: + 70 kg (J2)
Posição no ranking paralímpico: 1ª
Participações: 0

ROSICLEIDE SILVA DE ANDRADE
Idade: 26
Equipe: Adevirn-RN
Categoria: até 48 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 3ª
Participações: 0

SERGIO FERNANDES JUNIOR
Idade: 24
Equipe: IBC-RJ
Categoria: + 90 kg (J2)
Posição no ranking paralímpico: 7º
Participações: 0

THIEGO MARQUES DA SILVA 
Idade: 25
Equipe: Aepa-PA
Categoria: até 60 kg (J2)
Posição no ranking paralímpico: 5º
Participações:
Tóquio 2020: 9º

WILIANS SILVA DE ARAÚJO 
Idade: 32
Equipe: IBC-RJ
Categoria: + 90 kg (J1)
Posição no ranking paralímpico: 1º
Participações:
Tóquio 2020: 9º
Rio 2016: prata
Londres 2012: 5º

Comissão técnica
Treinador: ALEXANDRE DE ALMEIDA GARCIA
Treinador: JAIME ROBERTO BRAGANÇA
Auxiliar técnico: ADRIANO GOMES SERRÃO DE FREITAS
Auxiliar técnica: ANNE TALITHA ALMEIDA FERREIRA SILVA
Médico: HENRIQUE DE LAZZARI SCHAFFHAUSSER
Fisioterapeuta: RAFAEL JULIO FRANCISCO DE PAULO

"Este é o primeiro ciclo paralímpico com a divisão de J1 e J2. O judô brasileiro sempre foi muito vitorioso e, agora, vai com um grupo ainda mais forte, com muitas chances de medalhas. O processo de classificação mostrou isso, com a Seleção Brasileira batendo todos os recordes de medalhas nos principais eventos como Campeonato Mundial, Jogos Mundiais, Jogos Parapan-Americanos e etapas de Grand Prix. Temos atletas muito experientes e outros que participarão pela primeira vez dos Jogos." – JAIME BRAGANÇA, treinador.

Foto de meio corpo de Jaime, que veste quimono branco com uma pequena bandeira do Brasil do lado esquerdo do peito. Ele sorri. Foto: Renan Cacioli/ CBDV.

Maior delegação da CBDV em Jogos

Somadas as convocações das três modalidades da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais, serão 35 atletas e 25 membros de comissão técnica, totalizando 60 pessoas, a maior delegação da CBDV na história. Na última edição, em Tóquio, foram 30 atletas convocados – o Brasil acabou conseguindo posteriormente mais uma vaga para o judô via convite.

Vale lembrar que o futebol de cegos já teve o sorteio de grupos realizado, e o Brasil conhece os adversários contra quem irá jogar na primeira fase, com datas e horários. CLIQUE AQUI para acessar a programação da modalidade. No caso do goalball, só foram sorteados os grupos, mas sem a divulgação ainda da tabela. Os atletas das três modalidades da CBDV ainda realizarão Fases de Treinamento em São Paulo até o embarque. A aclimatação na França será feita na cidade de Troyes, a cerca de 160 km de Paris. A primeira leva de atletas a chegar será do goalball, no dia 15 de agosto. O futebol chega no dia 20, e o judô, no dia 23.

Somadas as três modalidades administradas pela CBDV que integram a programação dos Jogos, a CBDV já garantiu ao país 33 pódios: 25 com o judô paralímpico, cinco com o futebol de cegos e três com o goalball. 

terça-feira, 9 de julho de 2024

Judoca da seleção júnior participará do programa Vivência Olímpica, do COB, em Paris


O judô brasileiro teve um de seus jovens talentos selecionados para integrar o time de 12 atletas no programa Vivência Olímpica, do Comitê Olímpico do Brasil (COB). Kaillany Cardoso, duas vezes vice-campeã mundial Sub-21 neste ciclo, foi selecionada pelo COB e CBJ e vai viver a experiência dos Jogos Olímpicos, em Paris, neste mês. 

“Eu estou muito feliz por essa oportunidade. Eu não esperava. É uma oportunidade única na minha vida e eu quero aproveitar muito tudo isso. Recebi a notícia logo depois da minha medalha aqui em Praga, então completou meu dia, tornou ele mais especial. Quero muito agradecer a Deus por essa oportunidade, ao COB, à CBJ, ao meu clube Minas Tênis Clube e espero que sejam dias incríveis na minha vida”, comemorou Kaillany. 

O programa foi criado nos Jogos de Londres 2012 e mantido até os Jogos do Rio 2016, onde o judô teve Nathália Brígida (48kg) e Rafael Macedo (90kg) como representantes. Em Tóquio, devido à pandemia de covid-19, o Vivência foi suspenso e retorna agora para Paris contemplando 12 atletas. Além da judoca, foram selecionados Ryan Kainalo, do surf, Taiane Justino, do levantamento de pesos, Lucas Fonseca, da vela, Celine Bispo, da natação, Matheus Melecchi, das águas abertas, Pedro Oliveira, do vôlei de praia, Rebeca Lima, do boxe, Thiago Resende, do atletismo, Yuri Guimarães, da ginástica artística, Júlia Kudiess, do vôlei, e Isabelle Estevez, do tiro com arco. 

“A ideia do programa é fazer com que os jovens de fato vivenciem o que são os Jogos Olímpicos e comecem a se ambientar com esse universo. Em Paris eles vão poder acompanhar tudo o que envolve a operação do COB para os atletas do Time Brasil e vão sentir o gostinho do que é fazer parte dos Jogos Olímpicos. Tenho certeza de que sairão muito motivados para voltarem como atletas efetivos nas próximas edições”, explicou o diretor de Desenvolvimento e Ciências do Esporte do COB, Kenji Saito. 

Beatriz Comanche é convocada como atleta de apoio


A CBJ, por sua vez, também tem seu próprio programa de jovens e, desde Pequim 2008, leva atletas das equipes de base para apoiar os treinamentos da equipe olímpica na aclimatação. Medalhistas olímpicos, como Rafaela Silva, Daniel Cargnin e Felipe Kitadai são alguns dos judocas que já foram apoio antes de serem olímpicos. 

“Nós já estamos pensando em 2028 com esse projeto especial que já está na cultura da CBJ. Esse tipo de experiência faz muita diferença na formação desses atletas jovens. Eu brinco que eu tenho um bom aproveitamento, porque dois dos meus apoios em 2016 estiveram em Tóquio (Eduardo Yudi e Rafael Macedo), então, é um projeto que eu sei que faz diferença”, comentou Victor Penalber, gerente das equipes de transição da CBJ.  

Em Paris, a gestão das equipes de Transição (Sub-18 e Sub-21) levará 20 atletas para apoiar a equipe olímpica na aclimatação, em Sainte-Genéviève-de-Bois. Kaillany Cardoso também estava neste time, mas com sua seleção para o Vivência, a CBJ convocará outra jovem judoca para o time de apoio. 

Assim, Beatriz Comanche (57kg), medalhista de bronze no Mundial Júnior de 2023, foi convocada para reforçar os treinos da equipe olímpica. 

“Esta oportunidade de vivenciar um pouco do clima olímpico é um grande sonho se tornando realidade. Espero aproveitar ao máximo cada momento, absorvendo toda a energia e inspiração que só os Jogos Olímpicos podem proporcionar. A troca de experiências com a equipe olímpica de Paris vai ser algo muito bom para mim. Estar ao lado de grandes atletas, aprender com eles, e viver o dia a dia da equipe olímpica. Vou dar meu máximo pra ajudá-los a chegar nessa medalha, em especial a Rafaela Silva, que é a representante do Brasil na minha categoria. É uma grande honra para mim contribuir para o sucesso dela e, se Deus quiser, vem aí o bi olímpico”, comentou Comanche. 

Tanto Kaillany, quanto Comanche competiram neste final de semana e conquistaram medalhas de bronze e prata, respectivamente, na Copa Europeia Sub-21 de Praga, na República Tcheca. A seleção júnior faturou 10 medalhas nessa competição e ficou em segundo lugar no quadro geral de medalhas entre 19 países. 

Programa Vivência Olímpica - COB 

Kaillany Cardoso (70kg/Minas Tênis Clube/FMJ) 

Programa Equipe de Apoio Paris 2024 - CBJ 

48kg - Clarice Ribeiro (Minas Tênis Clube/FMJ)
52kg - Fernanda Santos (E.C. Pinheiros/FPJ)
57kg - Bianca Reis (E.C. Pinheiros/FPJ)
57kg - Beatriz Comanche (Umbra/Vasco da Gama/FJERJ)
57kg - Shirlen Nascimento (Minas Tênis Clube/FMJ)
63kg - Nauana Silva (E.C. Pinheiros/FPJ)
70kg - Luana Carvalho (Umbra-Vasco da Gama/FJERJ)
78kg - Karol Gimenes (E.C. Pinheiros/FPJ)
+78kg - Giovanna Santos (C.R. Flamengo/FJERJ)
+78kg - Kátia Alves (E.C. Pinheiros/FPJ)
60kg - Roger Pereira (E.C. Pinheiros/FPJ)
66kg - Ronald Lima (E.C. Pinheiros/FPJ)
73kg - Vinicius Ardina (SESI-SP/FPJ)
81kg - David Lima (Sogipa/FGJ)
81kg - Gabriel Falcão (Instituto Reação/FJERJ)
90kg - Giovani Ferreira (E.C. Pinheiros/FPJ)
90kg - Jesse Barbosa (Sogipa/FGJ)
100kg - Gabriel Arévalo (E.C. Pinheiros/FPJ)
100kg - Kayo Santos (Minas Tênis Clube/FMJ)
+100kg - Tiago Palmini (Minas Tênis Clube/FMJ)

Por: Assessoria de Imprensa da CBJ
Fotos: Anderson Neves e IJF


Nova geração do judô brasileiro fatura 10 medalhas na Copa Europeia Sub-21 de Praga


A nova geração do judô brasileiro faturou 10 medalhas na Copa Europeia Sub-21 de Praga, na República Tcheca, que aconteceu neste fim de semana. Com um total de dois ouros, quatro pratas e quatro bronzes conquistados, o Brasil terminou a competição em segundo lugar no quadro geral de países, atrás apenas da Itália, que teve um ouro a mais.

No sábado (06), primeiro dia de combates, o Brasil foi ouro com Ronald Lima (66kg), que fez campanha perfeita com seis vitórias; prata com Erick Kaneda (60kg) e Evellyn Pereira (+78kg); e bronze com Guilherme de Oliveira (73kg), Kaillany Cardoso (70kg) e Enya Pires (+78kg).


Já no domingo (07), segundo e último dia de competição, o país subiu ao pódio com Bianca Reis e Beatriz Comanche, que foram ouro e prata no 57kg, respectivamente; com Rafaela Rodrigues, prata no meio-leve feminino (52kg); e com Luan Almeida, bronze no meio-médio masculino (81kg).


O judô brasileiro ainda teve o quinto lugar de Jesse Barbosa (90kg), além dos sétimos de André Kramer (100kg), Ana Beatriz Feitosa (63kg) e Olivia Oliveira (+78kg).


+RESULTADOS COMPLETOS


Agora, todas as atenções da equipe sub-21 vão para a Copa Europeia de Paks, na Hungria, que acontece neste sábado e domingo (13 e 14). São esperados 41 atletas do país na competição, que vai reunir mais de 380 judocas de 30 países.


Por: Assessoria de Imprensa da CBJ


quinta-feira, 4 de julho de 2024

Projeto "Se Joga nos Jogos" trás Soraia André e Antonio Tenório no Sesc Pompeia neste sábado


Entre os meses de julho e agosto, as unidades do Sesc São Paulo embarcam no clima olímpico e realizam diversas ações gratuitas para que o público se sinta mais perto dos atletas que competem em Paris. O projeto Se Joga nos Jogos ocupa 18 unidades, entre capital, interior e litoral, com 65 atividades, como vivências, apresentações esportivas, além de exibições das competições. 

Neste sábado, 06 de julho, no Sesc Pompéia, teremos o Lutando com os ídolos: Soraia André e Antônio Tenório

Soraia André foi 5ª colocada nas Olímpiadas de Seul, sendo pioneira para tantas conquistas em nosso país. Atleta de destaque, usou de sua potência dentro e fora dos tatames. Antônio Tenório é dono de 06 medalhas paralímpicas, sendo quatro delas de ouro, conquistadas consecutivamente e considerado o maior judoca paralímpico do Brasil.

Os judocas farão um bate-papo com o público, convidando as pessoas presentes para uma vivência prática.

O projeto “Se Joga nos Jogos!” é um evento esportivo e cultural, que acontece de 02 de julho até 25 de agosto, buscando reunir a paixão pelos jogos olímpicos e paralímpicos com a valorização da diversidade social. Este evento tratará os novos esportes olímpicos e modalidades de combate ao longo de 61 dias, criando uma experiência imersiva para participantes de todas as idades, promovendo a prática esportiva, a celebração do olimpismo e a diversidade social, valorizando e aproximando os esportes de todas as pessoas.

Serviço:
Lutando com os ídolos: Soraia André e Antônio Tenório
SE JOGA NOS JOGOS
Sesc Pompeia

Esporte e Atividade Física para todos os públicos
vivência - atividade presencial

GRÁTIS

Local: Ginásio Primavera
Data e horário
06/07 • Sábado • 15h00

Por: SESC 

quarta-feira, 3 de julho de 2024

POD IPPON #005 - Acesse o link!


O POD IPPON tem nesse episódio um bate papo importante, descontraído e com histórias que vão surpreender! José Gildemar de Carvalho, o Gil, vai compartilhar suas histórias conosco!

Conheça sua história no POD IPPON Episódio #005, hoje, 03 de julho, a partir das 20h.

Link para o canal:


Não deixe de curtir o canal, ativar o sininho para receber notificações de novos vídeos e compartilhar com os amigos!

Nosso novo canal de informação e entretenimento, vem somar forças com o Boletim OSOTOGARI e a revista Simplesmente JUDÔ!

Por: Boletim OSOTOGARI

Judocas Atibaienses participam do Campeonato Brasileiro no Rio de Janeiro e de estágio Internacional na República Tcheca e Hungria


Entre os dias 27 e 30 de junho foi realizado no Centro Esportivo Miécimo da Silva, no Rio de Janeiro, o Campeonato Brasileiro Sub18 de Judô, que contou com mais de 500 lutas emocionantes. Atibaia sempre muito bem representada pela equipe do São João Tênis Clube/APAJA/Secretaria de Esportes e Lazer da PEA, tendo como integrantes da Seleção Paulista Angélica Silva como técnica oficial e do atleta Renan Breteinbach da categoria -73kg, que após dificílimas lutas conquistou a 5ª colocação. Já no domingo, na competição por equipe, São Paulo encerrou sua participação com a medalha de Prata. Ao final a equipe Paulista conquistou a primeira colocação da classificação gera, demonstrando mais uma vez sua tradição e excelência no esporte.


Dando continuidade às ações do judô atibaiense e agora em cenário internacional, no dia 03 de julho, o atleta 
atibaiense Erick Matsumoto Kaneda, embarcou com a delegação brasileira para o estágio internacional nas cidades de Praga na República Tcheca e Paks na Hungria, valendo pontuação para o circuito mundial de competições da IJF (Internacional Judo Federation). Mais um evento na caminhada para os atletas brasileiros buscarem vaga no campeonato mundial Sub21 2024. 

Os judocas agradecem a CONCESSIONÁRIA ROTA DAS BANDEIRAS S.A., COLÉGIO ATIBAIA, ATIBAIA RESIDENCE HOTEL & RESORT, MTPLUS – consultoria em Segurança e Medicina do trabalho Ltda., CORA – Centro de Ortopedia e Reabilitação Atibaia Ltda., ITURRI COIMPAR INDÚSTRIA E COMERCIO DE EPIS LTDA, FARO SAO TOME HOTEL LTDA, ELDORADO – ATIBAIA ECO RESORT, HOTEL BOURBON DE FOZ DO IGUAÇU LTDA, ORTOCIA CLINICAS MEDICAS E ODONTOLOGICAS LTDA, MULTI ENERGIA - INSTALAÇÕES ELÉTRICAS LTDA - ME, UNIMAGEM – Unidade de Diagnóstico por imagem São Francisco de Assis Ltda., UNIFAAT – Instituição Educacional Atibaiense Ltda., OFICIAL DE REGISTRO DE IMOVÉIS, PRIMEIRO TABELIÃO de Notas e de Protesto de Letras e Títulos da Comarca de Atibaia, SEGUNDO TABELIONATO de Notas e Protestos de Letras e Títulos, Estruturas Metálicas Ando, Centro Integrado Atibaia Odontologia, Academia R Sette, Preparador Físico Roger Fonseca, Centro Radiológico Atibaia – Alvinópolis, CTA Integrado, Clinica ERIMUS Psicologia LTDA, Farmácia de Manipulação – DROGA RIO, Imprensa de Atibaia e Boletim OSOTOGARI, que acreditam e apoiam o judô atibaiense.

Por: APAJA - Atibaia

domingo, 30 de junho de 2024

Rio bate São Paulo e conquista título do Brasileiro Sub-18 por equipes mistas


O Campeonato Brasileiro Sub-18 de judô chegou ao fim com uma disputa eletrizante pelo troféu de equipes mistas. Neste domingo, 30, a seleção do Rio de Janeiro bateu o time de São Paulo por 5 a 4 e sagrou-se campeã por equipes mistas, em casa, no Complexo Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande (RJ). 


Os bronzes ficaram com os times do Rio Grande do Sul e do Mato Grosso, que bateram Rio Grande do Norte e Distrito Federal, respectivamente. 


Final - Rio de Janeiro 5 x 4 São Paulo 


Para chegar à decisão, os cariocas venceram Pará (5 a 0), Espírito Santo (5 a 0) e Rio Grande do Norte (5 a 1). Já os paulistas bateram Paraná (5 a 3), Rio Grande do Sul (5 a 1) e Mato Grosso (5 a 0). 

No confronto pelo ouro, São Paulo abriu 2 a 0 com vitórias de Juliana Yamazaki (44kg) sobre Maria Oliveira (44kg) e de João Rodrigues (55kg) sobre Victor Silva (55kg). O Rio de Janeiro buscou o empate com as vitórias de Camila Teixeira (52kg) e João Andrade (66kg) sobre Isabeli Barreto (52kg) e Octávio Chiossi (66kg), respectivamente. 


Lívia Resende (63kg) e Pedro Santos da Silva (81kg) recolocaram São Paulo em vantagem com vitórias sobre Victoria Frade (63kg) e Ruan Vasconcelos (81kg), fazendo 4 a 2 sobre os cariocas.

Mas, o time do Rio emplacou duas vitórias seguidas de Ana Soares (+63kg) e Thayllor Alves (+81kg) sobre Isabella Almeida (+63kg) e Gustavo Reis (+81kg) deixando tudo igual. Quatro a quatro e a decisão do título foi para a luta extra.

O sorteio de categorias colocou Pedro Silva (SP/81kg) e Ruan Vasconcelos (RJ/81kg). Dessa vez, o carioca levou a melhor, forçando três punições ao adversário e garantindo o título para a Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro. 


Bronze - Distrito Federal 4 x 5 Mato Grosso 


Na primeira disputa pelo bronze, o time do Mato Grosso conseguiu uma virada épica sobre o time do Distrito Federal. Ana Rabis (DF/44kg) abriu um a zero, mas Pedro Silva (MT/55kg) empatou em um a um. 


Em seguida, o DF emplacou três vitórias consecutivas com Nicole Marques (52kg), André Luz (66kg) e Pietra Aquino (63kg), ficando a uma vitória da medalha. 


Mas, os matogrossenses reagiram e empataram com vitórias de Miguel Almeida (81kg), Ana Freitas (+63kg) e Dhyeweryson Chempe (+81kg). No desempate, Chempe (+81kg) anotou mais uma vitória e deu o bronze ao time da Federação de Judô do Mato Grosso. 


Bronze - Rio Grande do Sul 5 x 2 Rio Grande do Norte 


No duelo de Rio Grandes quem levou a melhor foi o do Sul, com vitórias de João Santana (55kg), Matheus Lima (66kg), Ana Sperling (63kg), Silas Costa (81kg) e Vitor Daper (+81kg). 


Os pontos potiguares foram marcados por Gisele Araújo (44kg) e Hanna Miranda (+63kg), que não foram suficientes para tirar o bronze dos gaúchos. 


Por: Assessoria de Imprensa da CBJ


Rio, no masculino, e São Paulo, no feminino, lideram quadro de medalhas do Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô


Mais de 500 lutas marcaram o primeiro dia de disputas do Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô. Neste sábado (29), todas as 16 categorias individuais entraram em ação no Centro Esportivo Miécimo da Silva, no Rio de Janeiro, e, ao fim dos combates, São Paulo, no feminino, e Rio de Janeiro, no masculino, sagraram-se campeões gerais da competição.

O time da Federação Paulista de Judô arrematou quatro medalhas de ouro, uma prata e cinco bronzes nas categorias femininas para ficar com o lugar mais alto do pódio. Destaque para as campeãs Juliana Yamazaki (44kg), Aline Santos (57kg), Livia Resende (63kg) e Carolina Marcon (70kg).


"Eu fiz quatro lutas muito fortes e tentei me dedicar e me concentrar ao máximo. Na final, fui pro golden score e, mesmo estando cansada, procurei continuar firme e focada. Era a última e eu tinha que dar meu  melhor. Isso me deixa muito feliz, porque estou disputando a vaga pro Mundial", comemorou Aline Santos (57kg/FPJ), que venceu Victoria Frade na final em quase sete minutos de golden score. 


Completando o pódio feminino por estados, Minas Gerais ficou em 2º lugar, Distrito Federal em 3º, Amazonas em 4º e Rio de Janeiro em 5º lugar. 


Já nas categorias masculinas, quem liderou o quadro de medalhas foi a Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro (FJERJ), anfitriã do evento, com dois ouros, três pratas e três bronzes. Os campeões foram Victor Silva (55kg) e Thayllor Alves (90kg), que celebrou muito seu segundo título brasileiro. 


"Foi uma sensação muito boa, porque desde 2019 eu estou tentando esse título de bicampeão brasileiro. É uma conquista muito grande, estou muito feliz de ser campeão dentro de casa. Na final, quando começou a revisão [do ippon], eu fiquei bem apreensivo, mas quando confirmou fiquei aliviado em saber que tinha atingido meu objetivo de sair campeão", disse Thayllor. 


Completaram o pódio os estados de Minas Gerais (2º), São Paulo (3º), Mato Grosso do Sul (4º) e Paraíba (5º).


+RESULTADOS COMPLETOS


Por: Assessoria de Imprensa da CBJ


quinta-feira, 27 de junho de 2024

Recorde à vista: Mayra Aguiar pode atingir feito inédito em Paris 2024


Faltam 29 dias para a abertura das Olimpíadas de Paris 2024 e o judô brasileiro é dono de uma das maiores histórias olímpicas desta edição. Medalhista nos últimos três Jogos Olímpicos, Mayra Aguiar pode se tornar a primeira judoca da história a conquistar quatro medalhas consecutivas em Olimpíadas.

Mayra é uma das 13 atletas confirmadas pela Confederação Brasileira de Judô nos Jogos de Paris. O judô brasileiro terá representante em 13 das 14 categorias individuais, e também estará completo na disputa de equipes mistas. Os classificados foram definidos pelo ranking mundial de atletas da modalidade, organizados pela Federação Internacional de Judô.

Multicampeã judoca, Mayra fez sua estreia em Jogos Olímpicos em 2008, quando terminou na 20ª posição na categoria até 70kg. Desde então, a judoca participou de todas as edições de Olimpíadas seguintes e saiu com a medalha de bronze em Londres 2012, Rio 2016 e Tóquio 2020.

Além do histórico invejável em Olimpíadas, a gaúcha é dona de sete medalhas em campeonatos mundiais e se tornou a primeira brasileira na história a ser campeã do Grand Slam de Tóquio em dezembro de 2023. O feito inédito fez com que Mayra escrevesse, mais uma vez, o seu nome na história do judô brasileiro, ao subir no lugar mais alto da tradicional do judô.

As competições de Judô nas Olimpíadas de Paris 2024 começam um dia após a abertura dos jogos, no próximo dia 27 de julho e vão até o dia 3 de agosto, na Arena do Campo de Marte.

Confira a delegação brasileira para o judô olímpico:

Feminino
Natasha Ferreira (48kg)
Larissa Pimenta (52kg)
Rafaela Silva (57kg)
Ketleyn Quadros (73kg)
Mayra Aguiar (78kg)
Beatriz Souza (+78kg)

Masculino
Michel Augusto (60kg)
William Lima (66kg)
Daniel Cargnin (73kg)
Guilherme Schimidt (81 kg)
Rafael Macedo (90kg)
Leonardo Gonçalves (100kg)
Rafael Silva (+100kg)

quarta-feira, 26 de junho de 2024

ACADEMIA DE JUDÔ FÁBRICA DE CAMPEÕES: CONQUISTAS E COMPROMISSO SOCIAL


A Academia de Judô Fábrica de Campeões, localizada em Rondonópolis, mais uma vez brilha nos tatames estaduais. Na recente II Etapa Estadual de Judô, competindo com outras 27 academias de Mato Grosso, a Fábrica de Campeões trouxe para casa mais um troféu de campeã. Foram 43 atletas inscritos e 27 medalhas conquistadas: 20 de ouro, 3 de prata e 4 de bronze.

O evento foi uma seletiva classificatória para o Campeonato Brasileiro de Judô, que acontecerá em Curitiba, PR, entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. Nessa competição nacional, os melhores atletas do Brasil se concentrarão para disputar o título.

A II Etapa Estadual ocorreu no último final de semana em Campo Verde, MT, e contou com a participação de 652 atletas nas categorias sub11, sub13, sub15, sub18, sub21 e sênior. A Fábrica de Campeões, com sua tradição de vitórias, lidera o ranking anual no quadro de medalhas.

Além das conquistas esportivas, a academia também se destaca por seu compromisso social. A instituição mantém uma turma de projeto social, atendendo crianças de 5 a 15 anos. Atualmente, é considerada a melhor academia de judô de base do estado.

Para viabilizar a participação nos próximos campeonatos, a gestão da Fábrica de Campeões promoverá um evento de Festa Junina no dia 13 de julho de 2024, em sua sede no Parque São Jorge.


sexta-feira, 21 de junho de 2024

Rio de Janeiro: Circuito Hajime leva mais de 1.200 judocas à Arena da Juventude neste fim de semana


Dois pilares da Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro (FJERJ) são o incentivo à participação ampla dos judocas iniciantes e a valorização da prática no interior. E o ano de 2024 tem comprovado o sucesso das ações da FJERJ neste sentido. É o que revela o ranking da 1ª etapa do Circuito Hajime, realizada em maio, que lista mais agremiações do interior, 30, do que da capital, 23. E o grande destaque dessa 1ª etapa ficou por conta do Núcleo Regional da Zona Oeste, seja pelo número total de participantes, com 218 inscritos de 9 agremiações, seja pela vitória conquistada pela Associação Judô Zoshikan Helio de Oliveira, com 70 inscritos e 62 pontos. Expoente da agremiação vencedora e Coordenador da FJERJ do Núcleo Regional da Zona Oeste, o sensei Helio de Oliveira contou a receita do sucesso:

“Trabalho e Jita-Kyoei, isto é, colocar em primeiro lugar o bem-estar e o benefício mútuo para todos. Aqui na Zona Oeste realizamos um trabalho de equipe, com conversas e reuniões semanais para que possamos nos apresentar bem em todas as etapas do Hajime”.

As outras agremiações do Núcleo Regional da Zona Oeste que participaram da 1ª etapa do Circuito Hajime, com os respectivos números de inscritos e pontos, foram: Dojô Zareba (37 inscritos e 31 pontos), Ipan Kids Judô (37 inscritos e 29 pontos), Judo Zona Oeste (20 inscritos e 20 pontos), Instituto Santa Cruz de Esportes (33 inscritos e 15 pontos), Associação de Judo Helio Rodrigues (10 inscritos e 8 pontos), Keiko Fukuda Escola de Judo (6 inscritos e 6 pontos), Escola de Judô Mikage (4 inscritos) e Associação Mesquita de Judô (1 inscrito).

A 2ª etapa do Circuito Hajime ocorre no próximo fim de semana, dias 22 e 23 de junho, na Arena da Juventude, Parque Olímpico de Deodoro. Já são 1.226 inscritos, e a expectativa é para que novamente as agremiações do interior marquem destacada presença.

Além dos aulões lúdicos para crianças de 4 a 6 anos e a presença da mascote da FJERJ, Judofinho, o Circuito Hajime engloba as seguintes classes: Sub-9 (Faixa Branca a Cinza / Faixa Cinza ponta Azul a Azul ponta amarela), Sub-11 (Faixa Branca a Cinza / Faixa Cinza ponta Azul a Amarela ponta Laranja), Sub-13 (Faixa Branca a Azul / Faixa Azul ponta Amarela a Laranja), Sub-15 (Faixa Branca a Azul ponta Amarela / Faixa Amarela a Verde), Sub-18 (Faixa Branca a Laranja e Faixa Verde a Marrom) e Dangai, para atletas nascidos antes de 2006 (Faixa Branca a Verde e Faixa Roxa a Marrom). Com exceção das classes Sub-18 e Dangai, que são exclusivas para os federados, todas as outras classes são abertas também aos não federados.

Veja, abaixo, a programação completa da 2ª etapa do Circuito Hajime.

Por: Time Judô RioTime Judô Rio

POD IPPON #004 - Daniel Hernandes. Assista!


O POD IPPON tem nesse episódio um bate papo pra lá de legal com o judoca Daniel Hernandes. Hernandes compartilha sua trajetória no judô. O início de tudo, a carreira competitiva, conquistas, e um assunto relevante e importante: A transição de carreira do atleta.

Conheça sua história no POD IPPON Episódio #004!

Link para o canal:


Nosso novo canal de informação e entretenimento, vem somar forças com o Boletim OSOTOGARI e a revista Simplesmente JUDÔ!

Por: Boletim OSOTOGARI


terça-feira, 18 de junho de 2024

Judoca Atibaiense é vice-campeão no Campeonato Paulista de Veteranos


No último sábado, dia 15 de junho, o atleta Rodrigo Santana da equipe do São João Tênis Clube /APAJA/Secretaria de Esportes e Lazer da PEA esteve na cidade de Aguaí participando da Final do Campeonato Paulista de Veteranos, que reuniu atletas veteranos de diversas categorias para competir a grande final do principal torneio da categoria no estado, demonstrando que a paixão pelo esporte não tem idade. 

Competição acirrada e repleta de momentos emocionantes, onde os participantes demonstraram muita técnica e dedicação. O judoca atibaiense Rodrigo Santana sagrou-se Vice-campeão Paulista Veteranos (M4 até -81kg), após três duríssimas lutas. 


Já no domingo, na cidade de Campinas, os judocas atibaienses participaram do 6º Torneio ACJ de Judô, realizado nas dependências do Ginásio de Esportes do Colégio Sagrado Coração de Jesus, a delegação contou com aproximadamente 80 judocas das classes Sub07, Sub09, Sub11, Sub13, Sub15, Sub18, Sub21 e Sênior. Na classe Sub07 os atletas participam em forma de festival, onde todos recebem uma medalha alusiva ao evento. Evento grandioso, contou com a participação aproximada de 1.021 judocas de 43 associações, agremiações e clubes do estado de São Paulo e organização da 15ª Delegacia Regional de FPJ Grande Campinas, em parceria com a Associação Campineira de Judô. 

Os Atibaienses conquistaram o total de 29 medalhas, sendo 10 ouros, 10 pratas e 09 bronzes, resultado que colocou a equipe atibaiense na segunda colocação geral, os atletas que com muita destreza entraram na competição e obtiveram pódio, são: Campeões: Yasmim Pereira, Luana de Oliveira, Guilherme Previdelli, Leandro Fonseca, Matheus Tsukamoto, César Godoy, Leonardo Macedo, Mateus Martinho, Felipe Breitenbach e Gabriel Bueno. Vice-campeões: Guilherme Matsumoto, Murilo Anderson, Bruno Prado, Guilherme Balila, José Renato Soldado, Murilo Nunes, Renan Breitenbach, Yasmim Estela, Ana Carolina Santos e Alan da Silva Junior. Terceiros: Murilo Romacho, Iza dos Santos, Mariana de Oliveira, Letícia Marques, Jennifer Queiroz, Miguel Araújo, Gabriel Gianduci, Richard Rufino e Lucas Nascimento. 

Os judocas agradecem a CONCESSIONÁRIA ROTA DAS BANDEIRAS S.A., COLÉGIO ATIBAIA, ATIBAIA RESIDENCE HOTEL & RESORT, MTPLUS – consultoria em Segurança e Medicina do trabalho Ltda., CORA – Centro de Ortopedia e Reabilitação Atibaia Ltda., ITURRI COIMPAR INDÚSTRIA E COMERCIO DE EPIS LTDA, FARO SAO TOME HOTEL LTDA, ELDORADO – ATIBAIA ECO RESORT, HOTEL BOURBON DE FOZ DO IGUAÇU LTDA, ORTOCIA CLINICAS MEDICAS E ODONTOLOGICAS LTDA, MULTI ENERGIA - INSTALAÇÕES ELÉTRICAS LTDA - ME, UNIMAGEM – Unidade de Diagnóstico por imagem São Francisco de Assis Ltda., UNIFAAT – Instituição Educacional Atibaiense Ltda., OFICIAL DE REGISTRO DE IMOVÉIS, PRIMEIRO TABELIÃO de Notas e de Protesto de Letras e Títulos da Comarca de Atibaia, SEGUNDO TABELIONATO de Notas e Protestos de Letras e Títulos, Estruturas Metálicas Ando, Centro Integrado Atibaia Odontologia, Academia R Sette, Preparador Físico Roger Fonseca, Centro Radiológico Atibaia – Alvinópolis, CTA Integrado, Clinica ERIMUS Psicologia LTDA, Farmácia de Manipulação – DROGA RIO, Imprensa de Atibaia e Boletim OSOTOGARI, que acreditam e apoiam o judô atibaiense.

Por: APAJA - Atibaia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada