terça-feira, 3 de novembro de 2015

Coluna Treinamento Esportivo: Pedagogia Complexa aplicada ao Judô

Prezados amigos do judô muito em breve teremos acesso a um trabalho (livro) desenvolvido pelos profissionais do Projeto Kimono de Ouro (PKO) de Araras (o qual a meu ver dispensa apresentações). Durante o primeiro semestre fui convidado a acompanhar os treinos, avaliações e competições dos profissionais e atletas do PKO e pude ver de perto a aplicação prática e sistematizada de todo conhecimento que tive acesso ao longo de minha vida, e, muito mais. 

Sinceramente acredito que todos os professores, técnicos e treinadores de judô possuem uma ideia mental do caminho para se formar um atleta campeão, vemos atualmente inúmeros profissionais formando atletas de destaque no cenário nacional e internacional, é claro que temos a questão do talento esportivo, o qual, “apesar” de nós, sempre vai figurar entre os melhores; porém, tal caminho para a formação de atletas, ou seja, esse processo, particular, de preparação de atletas foi e será  construído ao longo da sua vida dedicada ao judô, fruto de muito trabalho e dedicação. No entanto, poucos ousaram escrever e expor seu método (caminho) para que outros pudessem ler, analisar e criticar, ou até mesmo testar para verificar sua eficácia. 

No Brasil podemos citar inúmeros locais de prática de judô e seus responsáveis que construíram ao longo dos anos métodos eficazes na formação de atletas, mas guardam seus segredos “a sete chaves”. No entanto, muitas vezes tal método é construído seguindo exemplos e aprendizados obtidos em outros locais, ou seja, é uma continuação, adaptação ou melhoria do que ele observava e praticava, e por essa razão, em alguns casos, vemos até uma ruptura total no relacionamento “mestre/discípulo”, professor/aluno. Fato que contraria um dos princípios do judô. Essa pedagogia da prática, denominada de artesanato, é a forma que se enquadra os processos de ensino e aprendizagem no judô, a qual apresenta-se na formação que tradicionalmente os faixas pretas, instrutores, técnicos e dirigentes se enquadram no Brasil. Este processo é comum em nossa sociedade e tem grande influência na forma em que entendemos os esportes e várias atividades cotidianas e até mesmo a questão laboral do trabalho comum.

Os autores, José Alfredo Olívio Junior e Alexandre Janota Drigo, apresentam na forma de um manual, que é acima de tudo, uma fonte de registro da atuação de técnicos e profissionais que trabalham com esporte. Desta forma, caminha em direção, a uma necessidade nacional, na qual registros e documentos referentes a métodos empregados na preparação desportiva de atletas, ainda são raros, dificultando o debate e o desenvolvimento da área técnica esportiva em nossa modalidade. Acredito, ainda, que tal obra contribuirá de forma significativa para o desenvolvimento do processo de preparação de atletas de judô no Brasil, pois, nele estão contidas de forma clara e direta todos os conceitos, princípios e leis que regem tal processo, como; o Treinamento em Longo Prazo (TLP) e a especialização em idade adequada; a especificidade, a sobrecarga progressiva e a individualidade biológica; as leis da adaptação biológica; além dos aspectos inerentes à formação do Ser Humano, o melhor que ele puder ser para si e para a sociedade, com autonomia e clareza para a tomada de decisão.

Em suma, teremos à nossa disposição, um manual prático e teórico que não se encerrará em si mesmo, pois os próprios autores se encarregaram de continuar seus trabalhos, por isso evoluirá, e teremos com toda a certeza inúmeras críticas e sugestões, debates e discussões daqueles que ousarem testar esta metodologia.

Boa temporada (2016) a todos!!!

Professor Marcos Lopes

7 comentários:

  1. Espetacular amigo Marcos "Valinhos" Lopes.

    O SESI-SP tbm abrirá, pelo segundo ano consecutivo, as portas da Unidade de Bauru para um curso de 8h onde esses segredos, pautados em bases científicas e não empíricas, como o judô nos foi apresentado, serão difundidos e colocados à prova.
    Vamos elevar o nível do Judô Paulista e nacional.
    Parabéns Araras. Parabéns SESI-SP Bauru.
    14/11.....procurem se informar ba secretaria do Sesi Bauru ou junto a um dos técnicos: Marinho, Marcos "Marcolino" ,Renatinha ou Fernanda

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida nenhuma, esse é o nosso principal objetivo: contribuir para elevar o nível do Judô Paulista.

    ResponderExcluir
  3. como fazer para comprar um exemplar

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Entre em contato com o professor José Olívio, da Associação Mercadante!

      Excluir
  5. Respostas
    1. Entre em contato com o professor José Olívio, da Associação Mercadante!

      Excluir

Gostou da matéria? Deixe um comentário!
Aproveite e seja um membro deste grupo, siga-nos e acompanhe o judô diariamente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada