terça-feira, 29 de maio de 2018

Com o nome de "Centro de Treinamento Sergio Roberto Caldas Junior - Dojô Vinícius Erchov" ICI foi inaugurado em 28 de maio

Com 150 metros quadrados o ICI recebeu aproximadamente 300 pessoas em seu treino inaugural

O sonho de três "camaradas incansáveis", somado a mais um grupo de pessoas que abraçaram o projeto, uma ONG com o nome de "Instituto Camaradas Incansáveis", foi inaugurado na Vila Pompéia, na capital paulista na noite de segunda-feira, 28 de maio.

Rodrigo Motta, Cristian Cezário e Bahjet Hayek realizaram o que podemos chamar de um treino de gala que reuniu judocas de várias escolas do judô de São Paulo e de cidades da região para marcar oficialmente o início das atividades do ICI. O dojô ficou lotado em sua noite de estreia, que teve as devidas homenagens realizadas e culminou em um super treino, afinal o traje para a cerimônia de inauguração foi o judogui.

Equipe participante do treino inaugural do "Coliseu"

Um espaço meticulosamente projetado, na medida, totalmente pronto para receber judocas iniciantes e veteranos. Há espaço para todos. O dojô conta com 150 metros, além de um espaço especialmente desenvolvido e instalado para treinamento funcional, recuperação e fisioterapia, que é um dos serviços que o ICI também irá oferecer.

Sérgio Caldas e Vinicius Erchov foram homenageados com o batismo do 
"Centro de Treinamento Sergio Roberto Caldas Junior - Dojô Vinícius Erchov"

A grande surpresa da noite, além das homenagens prestadas aos colaboradores especiais que muito ajudaram a concretizar o sonho dos "Camaradas Incansáveis", foi a descerramento da placa inaugural, batizando oficialmente o ICI com o nome de "Centro de Treinamento Sergio Roberto Caldas Junior - Dojô Vinícius Erchov".

Cristian Cezario

Cristian Cezário, um dos fundadores, comentou sobre o projeto: "Há muitos anos sonhávamos em ter uma academia de primeiro mundo e de acordo com as oportunidades que nós tivemos, vamos poder proporcionar um judô de qualidade para todos. Foi um grande investimento, tanto na parte financeira como na parte de energia pessoal de cada um para que tudo desse certo. Hoje temos uma grande equipe de veteranos, talvez uma das maiores do Brasil, treinando muito forte, mas não será nosso único foco. Vamos trabalhar com  todo o segmento dentro do judô, desde o  judô infantil, adolescente, adulto, veteranos, paralímpico, universitário e projetos sociais, que inclusive já temos funcionando dentro da academia. Dessa forma ofereceremos a possibilidade de todos poderem treinar e aprender judô".

Os participantes, em torno de 300 pessoas entre judocas e familiares, que mesmo com a crise que assola o País, fizeram questão de participar e prestigiar o momento. 

Bahjet Hayek

Bahjet, outro incansável que não escondeu em momento algum sua emoção, também conversou sobre a realização desse sonho. "É um momento muito importante para nós, um momento histórico porque nunca pensamos em ter um lugar próprio, não era a nossa intensão, mas as circunstâncias nos trouxe até aqui. É um sentimento  incrível, não consigo traduzir em palavras. São 32 anos de judô para chegarmos aqui. E posso garantir que vamos usar o local muito. vamos treinar muito, desenvolver, difundir e fazer com que muitas e muitas pessoas possam treinar judô. E nós vamos treinar judô como a gente sempre quis: Muito treino, intenso e dando tudo como se fosse o último dia de nossa vida".

O Instituto Camaradas Incansáveis funcionará em todos os períodos, atendendo todas as faixas etárias, de kids à juvenil, júnior, sênior e veteranos e já tem um apelido carinhoso: O Coliseu.

Sergio Roberto Caldas Junior

Sergio Roberto Caldas Junior, que abraçou o projeto e ajudou a equipe a realizar esse sonho, também fez um depoimento sobre o ICI. "A história com o projeto partiu de uma amizade. Eu conheço o Rodrigo há quase 20 anos. Treinamos jiu jitsu juntos por cinco anos e temos relacionamento profissional, onde ele presta consultoria com projetos desenvolvidos sobre qualidade total na empresa a qual trabalho, tendo o judô como pano de fundo. E quando iniciaram o projeto, ele o Bahjet e o Cristian, eu me juntei para apoiar e depois também o apoio financeiro para a parte da obra. O envolvimento foi crescendo, acabei me apaixonando pelo projeto e hoje estou bastante envolvido com a causa".

Vinícius Erchov

Vinícius Erchov comentou sobre a grande surpresa de ter o dojô ser batizado com o seu nome. "Eu não consigo descrever a emoção dessa homenagem, ainda mais sendo realizada em vida!"

Os convidados foram recepcionados com um coquetel e puderam adquirir exemplares dos livros de Rodrigo Motta que estavam disponíveis durante todo o evento/treinamento, com direito a dedicatória e autógrafo de Motta.

Rodrigo Motta

"Hoje se concretiza um sonho, que começou anos atrás. Com a colaboração de minha família, dos bravos camaradas incansáveis, de Bahjet Hayek, Cristian Cezário, Sérgio Caldas e Vinicius Erchov, inauguramos o ICI - Instituto dos Camaradas Incansáveis, uma ONG que lutará pela busca incessante e implacável do ippon. Agradeço a todos aqueles que tornaram esse sonho possível. Tenham todos meu compromisso em lutar implacavelmente pela realização dos nossos sonhos", complementou o incansável Rodrigo Motta.

O evento contou com a cobertura fotográfica do boletim OSOTOGARI.

Clique aqui e confira toda a documentação fotográfica do evento.

boletim OSOTOGARI




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria? Deixe um comentário!
Aproveite e seja um membro deste grupo, siga-nos e acompanhe o judô diariamente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pesquisa personalizada